Mercado fechará em 1 h 58 min
  • BOVESPA

    110.237,66
    -1.686,27 (-1,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.943,44
    -290,93 (-0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,32
    -0,66 (-0,83%)
     
  • OURO

    1.786,00
    -23,60 (-1,30%)
     
  • BTC-USD

    17.066,54
    +48,90 (+0,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    403,03
    -8,19 (-1,99%)
     
  • S&P500

    4.010,51
    -61,19 (-1,50%)
     
  • DOW JONES

    34.024,03
    -405,85 (-1,18%)
     
  • FTSE

    7.567,54
    +11,31 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    19.518,29
    +842,94 (+4,51%)
     
  • NIKKEI

    27.820,40
    +42,50 (+0,15%)
     
  • NASDAQ

    11.872,00
    -138,25 (-1,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5211
    +0,0271 (+0,49%)
     

Restaurantes no Sul devem ficar sem alimentos nesta quinta, diz Abrasel

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Estados do Sul serão os primeiros a sentir o impacto do desabastecimento de alimentos em restaurantes e bares, segundo Paulo Solmucci, presidente Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes). A região concentra a maior parte dos bloqueios em estradas promovidos por golpistas apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em Santa Catarina, fornecedores comunicaram aos estabelecimentos que não realizarão entregas que estavam programadas para esta quinta-feira (3).

"No Paraná também está muito complicado. O pessoal está falando em dificuldade para receber pescados e carne", disse Solmucci, citando o agravante de que os postos de combustíveis já estão desabastecidos.

Ele também citou problemas pontuais no Norte, especialmente para Tocantins e Pará, enquanto o Nordeste possui situação menos preocupante quanto à entrega de alimentos.

Fornecedores de bebidas, porém, relataram ao setor que atrasos no fornecimento devem atingir todo o país.

Para os comerciantes, sobretudo nas localidades mais afetadas, a expectativa é de prejuízo no faturamento.

"Os estoques são curtos, para três ou quatro dias. Se entregas de cerveja e carne atrasarem haverá, certamente, prejuízo relevante, porque essa falta ocorrerá no final de semana", disse.