Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.438,85
    +745,63 (+3,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Restaurantes dizem que Paulinho da Força recusa diálogo com setor para trocar vale-refeição por dinheiro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois que o deputado Paulinho da Força (Solidariedade-SP) chamou de "conversa fiada" as reclamações dos donos de restaurantes, preocupados com a possibilidade de que o pagamento dos vales refeição passem a ser feitos em dinheiro, a Abrasel (associação do setor) diz que o que faltou foi diálogo.

Paulo Solmucci, presidente da Abrasel, afirma que o deputado, relator da medida provisória sobre o assunto, não consultou o setor.

"O deputado não ouviu ninguém. Aliás, sequer apresentou formalmente o seu relatório. Fugiu do diálogo com as partes interessadas, esconde o seu relatório da sociedade e até mesmo de seus colegas deputados", disse Solmucci.

Ele afirma que o deputado "desrespeita e ignora a dramática situação do setor, que pagou uma conta injusta e desproporcional pelo bem coletivo" na pandemia.

À reportagem, Paulinho disse que, caso o benefício seja dado em dinheiro, o trabalhador continuará comendo nos restaurantes, desde que a comida seja boa e barata.

Os donos de restaurantes, por sua vez, acham que as pessoas vão gastar o valor com outras despesas, o que pode colocar em risco os pequenos estabelecimentos, mais dependentes das receitas com vales.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos