Mercado abrirá em 7 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,21 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,18
    -0,77 (-1,04%)
     
  • OURO

    1.815,20
    -2,00 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    39.783,92
    -2.025,26 (-4,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    963,85
    +13,95 (+1,47%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,03 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    26.239,51
    +278,48 (+1,07%)
     
  • NIKKEI

    27.815,03
    +531,44 (+1,95%)
     
  • NASDAQ

    15.034,50
    +78,75 (+0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1578
    -0,0302 (-0,49%)
     

Restaurante pan-asiático Mee, do Copacabana Palace, reabre com o chef Cassio Hara no comando e uma cozinha mais raiz

·1 minuto de leitura

Durante os dois meses em que o Mee, restaurante pan-asiático do Copacabana Palace, ficou fechado, algumas mudanças foram planejadas. Agora, ele reabre mostrando todas as novidades de sua cozinha. Para começar, tem um chef novo. Quem está no comando é Cassio Hara, que passou por várias casas paulistas, como os restaurantes do grupo Nagayama, o Huto e Jun Sakamoto, onde foi chef do sushibar, sous chef e também gerente. Aqui no Rio, foi consultor do Sushi Leblon, mas nunca tinha se fixado realmente na cidade.

A ideia de Hara é se apresentar ao carioca trazendo pratos que realmente se consomem na Ásia e que aqui ganham uma apresentação de cozinha contemporânea, como o bibimpab, típico da Coreia, que combina arroz, legumes e carne apimentada (alguém lembrou de um clássico mexidinho?). “Uma comida do dia a dia de lá. Memórias que tenho da infância. Vou fazer uma experiência mais raiz, transmitir a essência e a filosofia asiáticas, com muitos pratos típicos e pouca mudança na identidade original”, conta ele, que adora criar experiências de omakase, aquela que o cliente deixa a escolha dos pratos na mão do chef.

E vai ter espaço para pratos criados para o clima carioca, como o Gyu Tataki, que é um sashimi de carne wagyu com molho cítrico e brotos. “Ele é servido frio, muito refrescante”, comenta. Outra versão da carne, agora quente, é a que vem acompanhada por palmito, shiitake, shimeji, eryngui e aspargos.

Também são apostas do chef a entrada para compartilhar de trio de guioza de lombo suíno, camarão, ponzu e layu e o prato levinho feito com robalo acompanhado por texturas de couve-flor e molho curry.

O Mee funciona de quinta a domingo apenas para jantar e as reservas são pelo telefone (21) 2548-7070.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos