Mercado abrirá em 2 h 33 min
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,30
    +0,42 (+0,59%)
     
  • OURO

    1.866,80
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    39.986,91
    +755,39 (+1,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.002,10
    +33,26 (+3,43%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.162,88
    +16,20 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.132,00
    +7,25 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1328
    +0,0013 (+0,02%)
     

Responsável por 30% dos gols da equipe, Mateus Castro comemora boa fase no Nagoya Grampus

·1 minuto de leitura


Na vice-liderança do Campeonato Japonês com 35 pontos, o Nagoya Grampus venceu 11 dos 17 jogos disputados, empatando dois e perdendo outros quatro. Com 22 gols marcados, a equipe está longe de ter um dos melhores ataques da competição, e o número poderia ser pior se não fosse a boa pontaria do meia brasileiro Mateus Castro.

Com seis gols, Mateus é responsável por 30% dos gols da equipe na J-League, e é o artilheiro da equipe na competição. No último final de semana, foram dois, na vitória por 3 a 0 sobre o Shimizu S-Pulse.

- É um momento especial, mas eu não sou muito de individualidade. Fico muito feliz com essa fase, e vou trabalhar para manter assim. Se estou bem hoje, agradeço aos meus companheiros e a comissão técnica pela confiança. Sem o apoio e a motivação deles, dificilmente eu estaria assim hoje - disse Mateus, que aproveitou para citar o bom momento do clube:

- Estamos numa crescente, nosso time é unido e temos um entrosamento desde a última temporada e acredito que isso faz a diferença nos jogos. Temos muitos objetivos na temporada, queremos fazer bons jogos e mostrar quem somos e para o que viemos - concluiu.