Mercado fechará em 6 h 27 min

Republicanos descartam anular tarifas de Trump no Congresso

O líder republicano do Senado americano, Mitch McConnell, em Washington, nos Estados Unidos, em 28 de fevereiro de 2018

O líder republicano do Senado americano, Mitch McConnell, descartou, nesta terça-feira (13), a ideia de votar uma lei para anular as tarifas aduaneiras ao aço e ao alumínio anunciadas pelo presidente Donald Trump, apesar de quase todo o partido ter criticado a medida.

"A ideia de que o presidente assine uma lei que anula uma de suas próprias decisões me parece, no melhor dos casos, duvidosa. Preferiria usar nosso tempo no Senado com coisas que tenham chance de ser promulgadas", disse o líder da maioria em uma coletiva de imprensa.

"É altamente improvável agirmos do nível legislativo", acrescentou McConnell.

Muitos republicanos tradicionalmente ligados ao livre-comércio pediram, na semana passada, para votar uma lei no Congresso que anularia as medidas anunciadas por Trump.

Mas a lei poderia ser vetada pelo presidente. Ele só poderia ser superado com os votos de uma maioria de dois terços de cada câmara do Congresso, ou seja, teria de haver uma colaboração da maioria republicana e da oposição democrata.