Mercado abrirá em 3 h 42 min
  • BOVESPA

    119.710,03
    -3.253,98 (-2,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.748,41
    -906,88 (-1,83%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,74
    -1,34 (-2,03%)
     
  • OURO

    1.813,70
    -9,10 (-0,50%)
     
  • BTC-USD

    50.245,21
    -6.630,51 (-11,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.358,39
    -205,44 (-13,14%)
     
  • S&P500

    4.063,04
    -89,06 (-2,14%)
     
  • DOW JONES

    33.587,66
    -681,50 (-1,99%)
     
  • FTSE

    6.861,69
    -142,94 (-2,04%)
     
  • HANG SENG

    27.718,67
    -512,37 (-1,81%)
     
  • NIKKEI

    27.448,01
    -699,50 (-2,49%)
     
  • NASDAQ

    12.954,50
    -44,00 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4178
    +0,0123 (+0,19%)
     

Renner fará oferta de ações para levantar R$ 4,8 bi na Bolsa

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO - A Lojas Renner confirmou nesta segunda-feira que pretende realizar uma oferta subsequente de ações (follow-on). Com a venda de 102 milhões de papeis e considerando o preço de fechamento de R$ 46,90 na sexta-feira, a oferta pode movimentar R$ 4,783 bilhões.

Há ainda a possibilidade de um lote adicional de 35.700.000 ações. Nesse caso, a oferta poderia subir para R$ 6,458 bilhões.

A precificação deve ocorrer no dia 29 e as novas ações começariam a ser negociadas no dia 3 de maio.

A oferta será totalmente primária, ou seja, os recursos vão para o caixa da empresa. A Lojas Renner pretende utilizar esse dinheiro para "desenvolvimento e fortalecimento do ecossistema de moda e lifestyle por meio de iniciativas orgânicas e/ou inorgânicas", diz o comunicado ao mercado.

Estão previstas a construção de um novo centro de distribuição e expansão de lojas físicas, além de avanço no segmento de serviços financeiros da varejista, o Realize.

A oferta será realizada via Instrução CVM 476, para investidores institucionais, sendo que a busca está limitada a no máximo 75 investidores e a subscrição de fato a no máximo 50 investidores.

A oferta terá exclusão do direito de preferência, mas os atuais acionistas terão direito de prioridade na subscrição, cujo período vai de 19 a 26 de abril.

A operação é coordenada por Itaú BBA, BTG Pactual, J.P. Morgan, Morgan Stanley e Santander.