Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,38 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,17 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    -0,18 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.788,10
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    17.730,44
    +132,19 (+0,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,90 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,23 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,40 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.257,50
    +105,25 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    +0,0347 (+0,55%)
     

Renault Zoe x Nissan Leaf x Chevrolet Bolt: qual é o melhor carro elétrico?

Felipe Ribeiro
·8 minuto de leitura

Desde quando iniciamos (ou reiniciamos) os testes de automóveis no Canaltech, os carros elétricos têm aparecido com cada vez mais frequência nas ruas e no noticiário, uma prova de que essa tecnologia de mobilidade está ficando popular e um pouco menos complicada de se ter e entender. Aqui no Brasil, três modelos em específico já circulam há algum tempo: o Renault Zoe, o Nissan Leaf e o Chevrolet Bolt.

Já tivemos a chance de experimentar durante um breve período o BMW i3 e o Audi e-Tron, e ainda vamos avaliá-los com mais calma. Contudo, a experiência de uso completa de um carro elétrico pode ser conferida com esses três modelos, que antes eram vendidos apenas para empresas, mas que agora já constam no portefólio das montadoras como produtos que podem ser encomendados normalmente.

É sempre importante lembrar que ainda é bem complicado ter um carro elétrico no Brasil, mas, mesmo diante dos desafios de logística e custo dos produtos, há mais vantagens do que desvantagens para essa experiência, que deve se popularizar por aqui daqui a bons anos.

Sendo assim, vamos para mais um comparativo. Assim como fizemos nos demais, utilizaremos os mesmos critérios de pontuação, que é:

  • Vencedor - 3 pontos

  • 2º colocado - 2 pontos

  • 3º colocado - 1 ponto

1. Design e acabamento

Algo que pode ser percebido nesses e em outros modelos de carros elétricos é a opção por designs diferenciados e "futuristas", mas isso não quer dizer que sejam necessariamente bonitos. Dentro desse quesito, não é muito difícil escolher o Nissan Leaf como o que mais se destaca nesse quesito. O hatchback elétrico japonês traz elegância e sofisticação como marcas registradas, sendo bem agradável aos olhos. O mesmo podemos dizer no acabamento. Entre os três, é o único a contar com painel em material emborrachado e um certo requinte.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Em segundo lugar, também sem nenhuma dificuldade. Aqui, quem aparece é o Bolt, se colocando como um carro bem interessante e com acabamento condizente com sua proposta. Já o Renault Zoe não faz questão nenhuma de esconder sua simplicidade, seja na parte externa quanto na interna, essa deixando bem a desejar.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
  • Vencedor: Nissan Leaf - 3 Pontos

  • 2º Colocado: Chevrolet Bolt - 2 Pontos

  • 3º Colocado: Renault Zoe - 1 ponto

2. Conforto

No conforto, também há uma clara diferença de propostas entre os três — e com boa vantagem para o Nissan Leaf. O elétrico japonês é, disparado, o que tem o rodar mais macio e a melhor sensação de conforto entre os três modelos avaliados. Talvez por sua construção mais "convencional", o Leaf apresenta um comportamento bem semelhante a um hatch médio — carros que são conhecidos por seu conforto absoluto ao rodar.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

O Bolt, por sua vez, apesar de ter um bom espaço interno, é um carro que balança demais, muito embora acomode cinco adultos sem maiores problemas. Já o Zoe não chega a ser desconfortável, mas na comparação com os outros dois, fica atrás.

Algo que também ajuda nessa colocação é o isolamento acústico. Por mais que todos eles não emitam ruídos no motor, o Leaf é o que menos deixa barulhos de fora entrarem na cabine.

  • Vencedor: Nissan Leaf - 3 Pontos

  • 2º Colocado: Chevrolet Bolt - 2 Pontos

  • 3º Colocado: Renault Zoe - 1 ponto

3. Desempenho

Aqui, outra lavada. Por mais que o Leaf traga o melhor conforto ao rodar, o Chevrolet Bolt é o que apresenta o melhor desempenho. Os números falam por si: o Bolt tem um motor elétrico que despeja excelentes 202cv e 36,7 kgf/m de torque imediatos, o que o torna muito ágil e com arrancadas que te colam no banco. O 0 a 100 km/h, segundo nossas medições, foi feita em 7,4 segundos.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

O segundo lugar fica com o Leaf; O elétrico da Nissan é um carro extremamente ágil e gostoso de guiar, trazendo 149cv e 32,6kgf/m de torque que, na prática, seria como guiar um esportivo de entrada com muito mais potência. Traduzindo em números, o 0 a 100 do Leaf é de 7,9 segundos.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Já o Zoe, muito mais voltado ao uso diário, é mais discreto, mas longe de não ser divertido. Seus 92cv de potência e 22,9kgf/m de torque são mais do que suficientes para o trânsito pesado das cidades, uma vez que tudo isso está à disposição de imediato — afinal, é um carro elétrico. Nem mesmo o peso de 1.480kgs torna a condução insossa.

  • Vencedor: Chevrolet Bolt - 3 Pontos

  • 2º Colocado: Nissan Leaf - 2 Pontos

  • 3º Colocado: Renault Zoe - 1 Ponto

4. Conectividade e tecnologia

Por aqui, há muito equilíbrio, sobretudo entre Nissan Leaf e Chevrolet Bolt. Ambos são muito bem equipados e trazem, além de boas centrais multimídia, um excelente pacote de segurança. Foi por pouco, mas aqui dá o modelo americano, por ser um pouco mais seguro que o japonês.

Além de toda a eficiência que o Chevrolet Bolt esbanja, ele é um carro muitíssimo bem equipado, com itens dignos de carros premium. São 10 airbags, assistente de permanência na faixa, alerta de ponto cego, aviso de tráfego traseiro cruzado, alerta de colisão frontal e sistema de frenagem automática com detecção de pedestres para mitigar acidentes e piloto automático adaptativo. Além disso, o modelo que testamos vem com as novas câmeras de alta definição para visão 360º, que auxiliam, e muito, em manobras de estacionamento, e ficam localizadas nas extremidades do veículo, melhorando a visibilidade. A definição dessas câmeras, aliás, são um capítulo à parte no Bolt, sendo uma das melhores que vimos aqui no Canaltech.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Desnecessário alertar, aliás, que todos os sistemas de segurança ativos e passivos ajudam, e muito, a condução, mas nada substitui a atenção do motorista. Em nossos testes, sempre procuramos colocar o automóvel em um ambiente controlado para que não haja acidentes, sobretudo quando precisamos avaliar os sensores de colisão. No caso do Bolt, eles se mostraram um dos mais competentes do mercado, mesmo usando-os em velocidades baixas.

Já no pacote de "infotenimento", temos a excelente central multimídia My Link de 10 polegadas, modificada especificamente para o Bolt. Nela, podemos ver todos as informações referentes ao funcionamento do veículo e, claro, controlar tudo o que tange à mídia, com espelhamento ágil do Android Auto e do Apple Car Play.

Pelo lado do Nissan, tudo muito bom, mas incompleto se compararmos com o Chevrolet. O destaque entre os equipamentos do Leaf e que o diferencia de modelos concorrentes é a câmera 360º, que vimos na Nissan Frontier, e no e-Pedal, o acelerador especial do carro. A versão da câmera que foi instalada no Leaf, além de fornecer imagens da parte frontal e traseira, faz a simulação do entorno do veículo e nos dá uma percepção clara da lateral do carro, algo muito útil em balizas.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Completam os itens de segurança e conforto do Leaf o Alerta Inteligente de Mudança de Faixa, Sistema Inteligente de Prevenção de Mudança de Faixa, Assistente Inteligente de Frenagem de Emergência, Controle Inteligente de Velocidade, Sistema de Advertência de Ponto Cego, Alerta Inteligente de Atenção do Motorista, Sistema de Monitoramento de Pressão dos Pneus, Alerta de Tráfego Cruzado Traseiro e ar condicionado digital.

Por fim, o Renault Zoe, por ser um projeto focado em uma experiência mais popular, tem como trunfo sua central multimídia de boa qualidade e seu sistema de som Bose, o mesmo instalado no Leaf, inclusive.

  • Vencedor: Chevrolet Bolt - 3 Pontos

  • 2º Colocado: Nissan Leaf - 2 Pontos

  • 3º Colocado: Renault Zoe - 1 Ponto

5. Custo benefício/Coeficiente Canaltech

Para esse quesito, nosso critério será o preço do carro e sua autonomia. Já está bem claro que tanto Nissan Leaf quanto o Chevrolet Bolt entregam experiências mais completas do que o Renault Zoe. Mas, até pouco tempo, o modelo francês custava bem menos do que seus rivais, o que, certamente, o colocaria como o vencedor nessa categoria. Mas, tudo mudou...

Veja abaixo o preço e autonomia* dos três modelos:

  • Chevrolet Bolt - R$ 215 mil/ 416 quilômetros

  • Nissan Leaf - R$ 195 mil/ 330 quilômetros

  • Renault Zoe - R$ 205 mil/ 350 quilômetros

  • * autonomia média em nossos testes

Com essas informações, o carro que apresenta o melhor custo benefício dentro do coeficiente Canaltech é o Chevrolet Bolt. Apesar de ser o mais caro, é o que proporciona o melhor pacote tecnológico e, claro, a melhor autonomia. Não fosse o aumento repentino de preço, talvez o Zoe, que custava R$ 135 mil, poderia levar esse quesito.

  • Vencedor: Chevrolet Bolt - 3 Pontos

  • 2º Colocado: Nissan Leaf - 2 Pontos

  • 3º Colocado: Renault Zoe - 1 Ponto

Veredito

  • Vencedor: Chevrolet Bolt - 13 Pontos

  • 2º Colocado: Nissan Leaf - 12 Pontos

  • 3º Colocado: Renault Zoe - 5 Pontos

Foi por pouco, mas, por apresentar mais autonomia e um pacote tecnológico mais atrativo, o Chevrolet Bolt foi o melhor carro elétrico avaliado pelo Canaltech. Nissan Leaf, com excelente conforto e acabamento, ficou atrás por muito pouco. Já o Renault Zoe, tal qual falamos em nossa análise individual do carro, precisa se atualizar. Com a chegada da nova geração, que já roda na Europa, essa diferença pode — e deve — diminuir.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: