Mercado abrirá em 4 h 15 min
  • BOVESPA

    108.376,35
    -737,80 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.006,11
    +197,55 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,06
    -0,44 (-0,56%)
     
  • OURO

    1.627,10
    -9,10 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    18.723,58
    -1.452,35 (-7,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    428,26
    -30,88 (-6,73%)
     
  • S&P500

    3.647,29
    -7,75 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    29.134,99
    -125,82 (-0,43%)
     
  • FTSE

    6.885,22
    -99,37 (-1,42%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.190,75
    -143,00 (-1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1186
    -0,0413 (-0,80%)
     

Renault suspende operações de fábrica em Moscou, ajusta projeção para 2022

·1 min de leitura

PARIS, França (Reuters) - A Renault anunciou nesta quarta-feira a suspensão das operações em sua fábrica em Moscou, enquanto avalia opções sobre a fatia majoritária que possui na Avtovaz, principal montadora do país.

Como consequência, a montadora francesa revisou a projeção de margem operacional do grupo em 2022 para cerca de 3%, de 4% ou mais.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, acusou a Renault de financiar a guerra e disse que a montadora, entre outras empresas francesas, deve parar de "financiar o assassinato de crianças e mulheres".

A Renault é a montadora ocidental mais exposta à Rússia, onde gera 8% de seus lucros principais, segundo o Citi, principalmente por meio de sua participação de 69% na Avtovaz, que está por trás da marca de automóveis Lada.

(Reportagem de Tassilo Hummel)