Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.365,02
    +61,56 (+0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5541
    +0,0485 (+0,88%)
     

Renault revela Scénic Vision, conceito de carro movido a hidrogênio

Se você gostava de carros em meados da década de 1990 e no início dos anos 2000, provavelmente está pensando que o nome Renault Scénic parece familiar. E é mesmo: Só que o Scénic Vision, apresentado pela primeira vez no Summit ChangeNOW 2022 não tem nada a ver com o modelo que saiu de linha no Brasil em 2010, 11 anos após ter sido lançado.

Ele, na verdade, é um carro-conceito movido a hidrogênio, que surpreendentemente herdou o nome Scénic. O design é de um SUV moderno e agressivo, mas a plataforma experimental que serviu de base para o "novo Scénic" é um pouco maior do que a utilizada para construção do Mégane E-Tech. O Scénic Concept mede 4.490 mm de comprimento, 1.900 mm de largura e 1.590 mm de altura, com distância entre eixos de 2.835 milímetros. Segundo a Renault, o peso do SUV é de 1.700 quilos, compatível com os rivais elétricos que vêm sendo lançados quase que diariamente.

Em relação à motorização, ele é equipado com um trem de força híbrido não convencional, que combina um motor elétrico com um extensor de alcance de célula de combustível de hidrogênio. Segundo o que foi divulgado pela Renault, o Scénic Vision utiliza a tecnologia H2-Tech, que visa reduzir o tempo de inatividade relacionado ao carregamento e à pegada de carbono. O motor elétrico dianteiro tem 215 cavalos, somado a uma célula de combustível de hidrogênio com extensor de alcance gerando mais 21 cv e uma bateria de 40 kWh.

Renault Scénic movido a hidrogênio poderá rodar 800 quilômetros por carga (Imagem: Divulgação/Renault)
Renault Scénic movido a hidrogênio poderá rodar 800 quilômetros por carga (Imagem: Divulgação/Renault)

A configuração acima daria ao Scénic híbrido a opção de ser construído com uma bateria duas vezes mais leve para a mesma autonomia. A pegada de carbono seria 75% menor do que um veículo elétrico a bateria convencional, e a autonomia, após 2030, quando a marca estima que a rede de estações de hidrogênio esteja expandida, será de 800 quilômetros. O tempo de recarga será absurdamente mais rápido do que o de veículos elétricos: cinco minutos.

Como será o Renault Scénic Vision a hidrogênio?

O design do Scénic movido a hidrogênio também promete ser uma atração à parte, caso a Renault realmente resolva colocar o modelo em produção. As linhas futuristas apresentam um misto de SUV e hatchback, com os finos faróis de LED apresentando um visual agressivo, com as unidades adicionais de LED posicionadas mais baixas e novos tipos de tecidos para a grade e para-choques.

Scénic Vision terá um design futurista, mas ecológico (Imagem: Divulgação/Renault)
Scénic Vision terá um design futurista, mas ecológico (Imagem: Divulgação/Renault)

O visual da parte traseira é um pouco menos ousado, com lanternas de LED em forma de bumerangue, um emblema iluminado e um spoiler proeminente. Gilles Vidal, chefe de design da montadora, disse que o conceito "está 90% pronto para produção", mas que o design exterior evoluirá.

Por dentro, o visual é impressionante. As imagens mostram amplos assentos flutuantes, uma variedade de pequenas telas em forma de retângulo, um display envolvente na parte superior do painel, um volante em formato de manche e iluminação ambiente sofisticada. A tela em formato widescreen permitiria transmitir, ao vivo, imagens de uma câmera externa. Segundo a Renault, o Scénic Vision teria ainda reconhecimento facial para abertura de portas e ajuste de configurações do veículo.

Pegada ecológica

A Renault mostrou preocupação ecológica na montagem de seu carro-conceito, e o Scénic Vision tem 95% de seus materiais recicláveis. Segundo a marca, o interior do carro não tem nada em couro, e utiliza poliéster reciclado de baixo carbono no estofamento. O plástico que vai em alguns acabamentos é 30% de origem biológica.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos