Mercado abrirá em 2 h 35 min
  • BOVESPA

    107.005,22
    +758,07 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.289,91
    +895,88 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,02
    -0,19 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    30.333,99
    +1.266,29 (+4,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    677,01
    +24,78 (+3,80%)
     
  • S&P500

    3.900,79
    -22,89 (-0,58%)
     
  • DOW JONES

    31.253,13
    -236,94 (-0,75%)
     
  • FTSE

    7.437,25
    +134,51 (+1,84%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    12.062,25
    +184,00 (+1,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1807
    -0,0381 (-0,73%)
     

Renault-Nissan reforçam aliança em aposta de US$26 bi em elétricos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Carro elétrico da Renault
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Tim Kelly e Gilles Guillaume

TÓQUIO/PARIS (Reuters) - Renault e Nissan anunciaram nesta quinta-feira uma ampliação de sua parceria para focarem mais em veículos elétricos, detalhando um plano de investimento de 26 bilhões de dólares para os próximos cinco anos.

A aliança que já dura duas décadas e que também inclui a Mitsubishi Motors, anunciou que vai aumentar o número de plataformas comuns de veículos elétricos de quatro para cinco.

As empresas vão ter uma linha combinada de veículos elétricos de 35 modelos até 2030. Além disso, as companhias afirmaram que 80% de seus veículos vão compartilhar plataformas comuns até 2026 ante 60% atualmente.

"A aliança vai manter sua posição entre os líderes da indústria automotiva mundial", afirmou o presidente operacional do conselho de administração da Renault-Nissan, Jean-Dominique Senard.

Questionado se o plano de investimento em veículos elétricos será suficiente, uma vez que é cerca de metade do que a Volkswagen planeja aplicar na tecnologia, a vice-presidente financeira da Renault, Clotilde Delbos, afirmou que o montante é "suficiente", dada a experiência do grupo no segmento.

"Não somos um grupo da segunda divisão quando operamos juntos", disse o presidente-executivo da Renault, Luca de Meo.

Os parceiros afirmaram que planeja assegurar 220 gigawatts/hora de capacidade de produção de bateria até 2030, o que permitiria reduzir custos em 65% até 2028.

A Nissan planeja lançar 23 veículos eletrificados até 2030, incluindo 15 modelos puramente elétricos. A empresa também pretende introduzir baterias de estado sólido até março de 2029, potencialmente reduzindo os custos de produção.

(Por Tim Kelly e Gilles Guillaume)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos