Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.505,29
    -3.987,17 (-6,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Renault Kwid reestilizado e mais potente já tem data para chegar ao Brasil; veja

·3 min de leitura

O Renault Kwid, um dos carros mais econômicos e mais baratos à venda no Brasil atualmente, vai mudar. E para melhor, segundo o que fontes revelaram ao pessoal do site Motor1. As mudanças do modelo, esperado por aqui já em dezembro, englobarão não somente o design, mas também o pacote tecnológico e a motorização.

Embora ainda não tenha sido revelado oficialmente pela montadora aqui no Brasil, o visual do Kwid será o mesmo que foi flagrado pela Quatro Rodas rodando pelas ruas de Curitiba em maio, mas devidamente camuflado para (tentar) esconder as mudanças no design. E elas tornarão o compacto da marca francesa bem mais agradável aos olhos.

Imagem: Divulgação/Renault Índia
Imagem: Divulgação/Renault Índia

O modelo que foi visto na capital paranaense é exatamente o mesmo que há algum tempo já está à disposição dos consumidores na Índia. As fotos na versão local do site oficial da marca mostram o quanto a Renault trabalhou na reestilização do carro para alavancar as vendas no ano que vem. O modelo fechou o mês de outubro na 18ª colocação entre os mais vendidos, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), com 2.655 emplacamentos no período.

Mudanças no design

Imagem: Divulgação/Renault Índia
Imagem: Divulgação/Renault Índia

Basta uma rápida olhada para o novo Renault Clio para captar as nada sutis mudanças no visual. O modelo que chegará ao Brasil em dezembro tem um conjunto óptico totalmente novo, com a parte superior dedicada à iluminação diurna, em LED, e a inferior ocupada pelos faróis e lanternas tradicionais, só que redesenhados.

Imagem: Divulgação/Renault
Imagem: Divulgação/Renault

Os faróis da parte traseira também ganharam novos desenhos, e os contornos internos agora possuem luzes em LED. Outro destaque de quem olha o Renault Kwid por trás é o para-choque diferenciado, e com refletores maiores e mais largos do que os da versão que está à venda atualmente no Brasil. As rodas, se seguirem o que está no modelo da Índia, serão de liga-leve diamantadas, mas a tendência é que sigam sendo vendidas com calotas, como ocorre hoje.

E por dentro?

Imagem: Divulgação/Renault Índia
Imagem: Divulgação/Renault Índia

As mudanças seguem na parte interna do Renault Kwid 2022. As fotos retiradas do site da fabricante na Índia mostram que o modelo adotará um volante diferente (que no Brasil será do lado esquerdo, claro, diferente do que está na imagem acima), um painel de instrumentos com mostradores digitais e até mesmo uma nova central multimídia, que será de 8 polegadas e terá o sistema atualizado.

Por dentro do capô, as mudanças finais. O Renault Kwid 2022 virá para o Brasil em dezembro com mudanças na motorização, obrigatórias para atender ao Proconve L7 (Programa de Controle de Emissões Veiculares). Por conta disso, trocará o atual 1.0 de 70 cv e 9,8 kgfm de torque pelo 1.0 SCe do Sandero, que gera 82 cv e 10,5 kgfm de torque. A maior potência também deve impactar os preços do compacto francês, que hoje partem de R$ 48.790 na versão mais básica, a Life.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos