Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.984,50
    -5.837,67 (-10,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Renault Kwid elétrico está confirmado para o Brasil; veja quando ele chega

·2 min de leitura

O Renault Kwid reestilizado e mais potente, flagrado nas ruas de São José dos Pinhais, sequer foi lançado ainda no Brasil, mas uma nova versão do compacto da marca francesa já foi confirmada para desembarcar no País. Estamos falando do Kwid E-TECH Electric, que fará parte do line-up à venda no Brasil em um futuro próximo.

A novidade foi anunciada pelo próprio Luca de Meo, CEO do Renault Group, durante visita ao Complexo Ayrton Senna, na região metropolitana de Curitiba. O executivo destacou que o Brasil é um mercado estratégico para a marca, e que avançará por aqui com a eletrificação da gama.

Imagem: Divulgação/Renault
Imagem: Divulgação/Renault

“A gama que estamos construindo em nível mundial tem potencial para o Brasil. A Renault vai se posicionar em segmentos mais altos do mercado e o mesmo vai acontecer no Brasil. Utilizaremos todo o nosso ativo tecnológico de 10 anos de experiência em veículos elétricos, o que nos coloca na vanguarda neste segmento’, prometeu.

Quando chega o Kwid elétrico?

Imagem: Divulgação/Renault
Imagem: Divulgação/Renault

A marca anunciou em março deste ano um investimento de R$ 1,1 bilhão para a renovação de 5 produtos da sua gama atual, além do lançamento de dois novos veículos, incluindo o Kwid E-TECH Electric. E ele deverá pintar no mercado verde-amarelo pouco depois da apresentação da nova geração do Zoe, também com o sobrenome E-TECH Electric, em meados de abril.

O CEO não confirmou as especificações do Kwid elétrico, mas adiantou que o modelo terá modificações em relação aos que são vendidos na China e em alguns países da Europa. A motorização também deverá ser adaptada para o gosto do brasileiro, ou seja, não virá com um motor elétrico de 44 cv no eixo dianteiro e alimentado por uma bateria de 27,4 kWh, capaz de gerar autonomia de 230 km e velocidade máxima de 125 km/h.

A ideia da Renault é melhorar os números atuais do carro, que fechou o mês de outubro na 18ª colocação entre os mais vendidos, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), com 2.655 emplacamentos no período.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos