Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    -2,46 (-3,33%)
     
  • OURO

    1.812,40
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    38.841,34
    -2.331,85 (-5,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.959,75
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1448
    -0,0432 (-0,70%)
     

Remessas globais de smartphones tiveram aumento de 12% no 2º trimestre

·2 minuto de leitura
Remessas globais de smartphones tiveram aumento de 12% no 2º trimestre
Remessas globais de smartphones tiveram aumento de 12% no 2º trimestre

As previsões sobre o aumento nas remessas globais de smartphones para os meses de abril, maio e junho de 2021 se concretizaram. Segundo a Canalys Consultoria, o 2º trimestre foi encerrado com uma alta de 12% no comparativo com o mesmo período do ano passado, que alcançou 285 milhões de unidades.

De acordo com os dados mais recentes, as projeções indicam que os embarques totalizarão 1,4 bilhão de unidades até dezembro de 2021, alta de 7% em relação a todo o ano passado. “A resiliência da indústria de smartphones é incrível”, comentou Ben Stanton, gerente de pesquisa da Canalys.

O relatório apontou que a Xiaomi fechou o período como a empresa que mais se destacou e contribuiu para o aumento nas remessas globais de smartphones no 2º trimestre. Como já mostramos anteriormente, a empresa chinesa superou a Apple no ranking e, agora, está atrás somente da Samsung entre as que mais vendem dispositivos.

“Seus embarques aumentaram mais de 300% na América Latina, 150% na África e 50% na Europa Ocidental. E à medida que cresce, evolui. A Xiaomi ainda está bastante voltada para o mercado de massa, mas, em comparação com a Samsung e a Apple, seu preço médio de venda é cerca de 40% e 75% mais barato, respectivamente”, pontuou Stenton.

Gráfico mostra aumento das vendas de smartphones no segundo trimestre
Gráfico mostra aumento das vendas de smartphones no segundo trimestre
5G é o novo normal

Uma das expressões mais usadas desde o início da pandemia da Covid-19, em março do ano passado, faz referência ao “novo normal”. O termo, criado para ilustrar a necessidade de se adaptar às novas normas de distanciamento social e higiene, foi extrapolada para o universo dos smartphones.

De acordo com Ben Stanton, o “novo normal” está implícito no aumento das remessas globais de smartphones projetados para funcionar na tecnologia 5G. “Há um forte impulso por trás dos aparelhos 5G, que responderam por 37% das remessas globais no primeiro trimestre, e devem representar 43% no ano inteiro”, projetou o especialista, na expectativa de ver 610 milhões de unidades dessa linha comercializadas.

Imagem mostra crescimento das vendas de smartphones 5G
Imagem mostra crescimento das vendas de smartphones 5G

Segundo a Canalys, o preço dos aparelhos 5G também se tornará mais competitivo. “Muitos acabarão sacrificando outros recursos, como tela ou alimentação, para acomodar 5G no dispositivo mais barato possível. Os canais tiveram que se transformar ou morrer durante a pandemia, e essa inovação forçada. É hora de adoção em massa”, concluiu.

Via Mobile World

Imagem: Burak Kebapci/Pexels/CC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos