Mercado abrirá em 6 h 9 min
  • BOVESPA

    109.101,99
    +1.088,52 (+1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.508,35
    -314,88 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.841,70
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    38.838,30
    -3.005,03 (-7,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    917,13
    -78,13 (-7,85%)
     
  • S&P500

    4.482,73
    -50,03 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    34.715,39
    -313,26 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.824,61
    -127,74 (-0,51%)
     
  • NIKKEI

    27.453,02
    -319,91 (-1,15%)
     
  • NASDAQ

    14.693,75
    -147,25 (-0,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1362
    +0,0061 (+0,10%)
     

Relembre os novos recursos implementados pelo Instagram em 2021

·9 min de leitura

O ano de 2021 foi bastante proveitoso para usuários e criadores de conteúdo do Instagram. A rede social mais popular do mundo, que já pode ter alcançado a marca de 2 bilhões de usuários, trouxe importantes novidades que mudaram aspectos importantes da plataforma, como a introdução do formato de vídeos curtos (Reels) e a redução na ênfase das fotografias.

O Instagram ainda ressuscitou coisas importantes do passado, como a exibição do contador de curtidas, e deu vida a demandas antigas da sua base de fãs, como a possibilidade de publicar materiais diretamente de um computador de mesa ou notebook via navegador e a ampliação do tempo dos Stories.

Confira a seguir uma seleção com as principais novidades do Instagram em 2021:

"Fim" do arrasta para cima

Saiu o "arrasta para cima" e entrou o "clique aqui" para links nos Stories do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)
Saiu o "arrasta para cima" e entrou o "clique aqui" para links nos Stories do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

O recurso de inserir links nos Stories do Instagram ficou conhecido entre os usuários brasileiros como "arrasta para cima", como uma forma de simular o efeito de deslizar o dedo na tela necessário para acessar sites externos. Antes limitado a perfis com mais de 10 mil seguidores, a ferramenta foi liberada como um adesivo para todo e qualquer perfil da rede em outubro.

Essa adição foi bastante comemorada por pequenos e médios empresários, bem como por nano influenciadores digitais, que agora não precisam mais comprar seguidores ou adicionar bots em seus perfis para ter acesso a essa ferramenta de interação com o público-alvo.

Stories de 60 segundos

A prorrogação no tempo dos Stories possibilita a criação de conteúdo mais fluida, sem a divisão em segmentos (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)
A prorrogação no tempo dos Stories possibilita a criação de conteúdo mais fluida, sem a divisão em segmentos (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)

Um dos formatos com melhor engajamento da rede, os Stories enfrentavam a limitação de 15 segundos imposta pelo Instagram a cada publicação. Isso fazia com que conteúdos mais profundos ou densos ficassem muito picotados — ou sequer fossem tratados — pelos influenciadores digitais devido ao tempo curto. Para oferecer mais oportunidades aos criadores, a rede decidiu ampliar para até 60 segundos e igualar com a duração máxima do Reels.

Se você gravar um vídeo com até um minuto de duração, ele será mostrado na íntegra, sem cortes. Caso o conteúdo ultrapasse esse limite, o app aplica a regra antiga e passa a dividir o material em pequenos trechos de 15 segundos cada.

Fotos com música

Dá para escolher o trecho da música desejado para ilustrar a sua foto e deixá-la mais atrativa (Imagem: Divulgação/Instagram)
Dá para escolher o trecho da música desejado para ilustrar a sua foto e deixá-la mais atrativa (Imagem: Divulgação/Instagram)

Comum nos Stories e Reels, a inserção de músicas em fotos do feed passou a ser possível em novembro do ano passado. Usuários podem navegar pelos clipes de músicas nas seções de tendências do app ou pesquisar por canções específicas, de modo similar ao que acontece nos demais formatos. Quando usarem o artifício, o título da canção aparecerá no cabeçalho da postagem e, ao ser clicado, guia a pessoa para uma página especial contendo todos os posts que usaram aquela música recentemente.

Collabs e posts em dupla

(Imagem: Divulgação/Instagram)
(Imagem: Divulgação/Instagram)

Os posts colaborativos em dupla, conhecidos na internet como collabs, chegaram ao Instagram na segunda metade de 2021. A ferramenta permite que uma única publicação tenha dois autores, assim o conteúdo é exibido em ambas em simultâneo. A vantagem disso é que as interações no post — curtidas, comentários e compartilhamentos — são contabilizadas igualmente em cada perfil, o que permite um alcance muito maior do conteúdo.

Até então, os collabs eram feitos de modo manual e apenas com marcações dos perfis envolvidos, mas passaram a ser muito mais úteis a partir desta atualização.

Duetos no Reels

O Remix são os duetos importados do TikTok para o Instagram (Imagem: Divulgação/Instagram)
O Remix são os duetos importados do TikTok para o Instagram (Imagem: Divulgação/Instagram)

Para pegar carona no sucesso do TikTok, o Instagram lançou sua própria solução que copia o formato de vídeos curtos em 2020. Apesar disso, o Reels não tinha todas as ferramentas que o rival chinês possuía, em especial um que fazia muito sucesso: os duetos. Chamada pelo Instagram de Remix, a funcionalidade permite que qualquer usuário comente ou reaja sobre vídeos produzidos por outra pessoa, o que pode gerar mais engajamento e ajudar o criador a ser notado por outros públicos.

A ferramenta foi liberada inicialmente no Brasil e depois expandida para outros países. Os vídeos Remix permitem inserir músicas, usar adesivos, acelerar a velocidade ou aplicar efeitos divertidos.

Lives com até 4 pessoas e agendadas

Uma das novidades do Insta em 2021 foi o agendamento de lives (Imagem: Reprodução/Instagram)
Uma das novidades do Insta em 2021 foi o agendamento de lives (Imagem: Reprodução/Instagram)

Uma das maiores limitações das transmissões ao vivo do Instagram era a possibilidade de reunir apenas dois perfis, o que limitava a realização de debates, entrevistas ou mesas redondas. Chamado de Salas Ao Vivo (Live Rooms, em inglês), a funcionalidade abriu novas possibilidades para os criadores de conteúdo e passou a permitir até quatro perfis simultâneos em uma mesma live.

Outra adição importante para quem é fã do bate-papo ao vivo foi a possibilidade de agendar reuniões. Em vez de entrar imediatamente, o criador de conteúdo pode programar um dia e horário para iniciar a transmissão, assim os seguidores podem se programar com antecedência para participar ou acionar o botão para receber um lembrete quando o vídeo começar.

Sistema de gorjetas para lives

Uma central de dados exibe informações que ajudam a orientar as transmissões ao vivo (Imagem: Reprodução/Instagram)
Uma central de dados exibe informações que ajudam a orientar as transmissões ao vivo (Imagem: Reprodução/Instagram)

O Instagram anunciou a chegada do recurso Badges (Distintivos, em português) nos Estados Unidos para oferecer ao público uma forma de apoiar os criadores de conteúdo que produzem lives na rede social. A novidade passará a ser liberada para qualquer perfil qualificado: ter mais de 18 anos; conta de criador ou comercial; possuir, no mínimo, 10 mil seguidores; estar em conformidade com as políticas e diretrizes do Instagram

Serão três níveis diferentes com preços fixados em US$ 0,99, US$ 1,99 e US$ 4,99 e custo único — cada um fornecerá um, dois ou três corações do lado do nome do perfil apoiador. Ainda não há previsão de quando a novidade chegará ao Brasil, mas a expectativa é alta, afinal aqui é um dos mercados mais populares da rede.

Publicação de fotos direto do PC

É pressionar no botão + e começar a configurar o post no feed (Imagem: Captura de tela/Canaltech)
É pressionar no botão + e começar a configurar o post no feed (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Produzir posts para o Instagram é um trabalho de planejamento que envolve estratégia na criação de fotos inovadoras e legendas criativas. Fazer tudo isso na tela pequena e no teclado digital pode não ser a melhor solução para quem é profissional da área, por isso muita gente contava com ferramentas para agendamento de posts. O Instagram passou a dispensar isso ao liberar um recurso de produção de posts via PC, por qualquer navegador da web.

Desde o lançamento, foi possível inserir fotos (e editá-las com ferramentas básicas), criar textos, aplicar filtros e revisar os materiais antes da publicação efetiva no feed. Infelizmente, ainda não há compatibilidade com Stories nem Reels, mas já é um avanço importante.

Pessoas selecionadas (Melhores amigos)

O antigo "Melhores Amigos" virou "Pessoas Selecionadas" nos Stories do Insta (Imagem: Divulgação/Instagram)
O antigo "Melhores Amigos" virou "Pessoas Selecionadas" nos Stories do Insta (Imagem: Divulgação/Instagram)

Embora o recurso "Melhores amigos" seja antigo no Instagram, ele exigia que o usuário fosse até as configurações e adicionasse manualmente quem deveria integrar essa seleta lista de pessoas. Em 2021, a rede social trouxe uma adição para agilizar esse processo e incentivar os perfis a compartilharem sua rotina privativa apenas com quem realmente importa, chamado "Pessoas Selecionadas".

Quando for publicar Stories particulares, o usuário pode selecionar o ícone de estrela verde, localizado na parte inferior da tela antes da publicação, para selecionar quem terá acesso ao conteúdo, o que garantirá a visibilidade limitada do seu vídeo, post ou foto compartilhada.

Instagram Lite

O Instagram Lite é uma versão básica do app original (Imagem: Divulgação/Instagram)
O Instagram Lite é uma versão básica do app original (Imagem: Divulgação/Instagram)

O Instagram Lite desembarcou no início do ano para oferecer praticamente as mesmas funcionalidades básicas, por um consumo reduzido de recursos. Pensado para smartphones modestos e para regiões que contam com acesso às redes 2G e 3G, bem como planos de dados limitados, o aplicativo ocupa apenas de 2 MB de espaço de aparelho do usuário.

O app traz uma experiência mais limitada, mas que dá conta da maioria das funcionalidades básicas, como publicar fotos e vídeos no feed ou Stories, enviar ou receber mensagens diretas, bem como consumir a maioria dos conteúdos. Não há tantos filtros nem ferramentas para edição, mas os recursos padrões estão presentes.

Integração do chat com o Messenger

A integração de caixas de entrada do Facebook e Instagram ao Messenger facilitou as conversas nas redes sociais (Imagem: Reprodução/Facebook)
A integração de caixas de entrada do Facebook e Instagram ao Messenger facilitou as conversas nas redes sociais (Imagem: Reprodução/Facebook)

O Instagram lançou uma atualização que permitiu integrar o bate-papo do aplicativo com o Messenger. Essa adição possibilitou que as conversas do Insta e do Facebook fossem facilmente acessíveis pelo app de chat, o que deu uma nova vida para o software de conversas da Meta.

Hoje, o usuário consegue enviar e receber mensagem das três plataformas em um único lugar, de modo centralizado e rápido para que os criadores não percam nenhuma interação, independentemente do serviço.

Take a Break

O recurso avisa o usuário para dar uma pause para descanso, o que evitaria o consumo excessivo de conteúdo do Insta (Imagem: Reprodução/Instagram)
O recurso avisa o usuário para dar uma pause para descanso, o que evitaria o consumo excessivo de conteúdo do Insta (Imagem: Reprodução/Instagram)

Após meses de testes, a plataforma lançou um recurso para sugerir ao usuário que dê um tempo para descansar. Esse era um recurso pensado no público adolescente, após a rede social ser acusada de prejudicar os jovens, mas que acabou expandido para qualquer pessoa que passar tempo demais na frente do app.

É possível estabelecer limites de tempo de 10, 20 ou 30 minutos para uso contínuo da rede social, mas não há nenhum tipo de punição para quem descumpre isso — é só pressionar o botão e continuar a navegação normalmente.

Vale lembrar que nem todos esses recursos podem ter chegado para todos os usuários, afinal o Instagram costuma liberar ferramentas para uns e deixar outros de fora por razões inexplicáveis. Mesmo assim, a maioria das pessoas já deve ter acesso a quase todas as funcionalidades listadas aqui.

Para 2022, a plataforma deve adotar uma abordagem mais focada para decidir se perseguirá os concorrentes dos vídeos curtos ou se focará no esforços nos recursos que a sua base de usuários já se acostumou.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos