Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,47 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,20 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,52
    -0,19 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.790,70
    -20,50 (-1,13%)
     
  • BTC-USD

    18.082,24
    +314,18 (+1,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,87 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,28 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,41 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.273,25
    +121,00 (+1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3922
    +0,0523 (+0,82%)
     

Relator da reforma tributária defende construção de texto que possa avançar no Congresso

·1 minuto de leitura
.
.

BRASÍLIA (Reuters) - O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), relator da Comissão Mista da Reforma Tributária, defendeu nesta sexta-feira a construção de uma proposta de alteração do sistema tributário que possa ser apreciado pela Câmara e pelo Senado e que mude estruturalmente o Brasil, na reinstalação dos trabalhos do colegiado suspenso desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Na reunião virtual, Ribeiro disse que essa eventual mudança estrutural é para que se tenha um sistema tributário mais simples, justo e que traga segurança jurídica.

O deputado destacou que é muito importante todos, Congresso e governo, participarem do debate da reforma. Ele disse que a apresentação de parte da proposta da reforma pelo governo --feita na semana passada-- possibilita que o Legislativo avance na discussão.

Ribeiro disse que, com a União presente no debate, será possível consolidar a discussão. Segundo ele, o debate vai começar para valer a partir da próxima semana com a audiência pública com a apresentação da proposta do Executivo pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

(Reportagem de Ricardo Brito)