Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.812,66
    +775,09 (+1,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Relatório STEO prevê preços do petróleo caindo nos próximos meses

·3 min de leitura

De acordo com a última edição do “Short-Term Energy Outlook” (STEO), do US Energy Information Administration (EIA), é estimado que o preço do barril de petróleo WTI caia para US$ 62,00 em dezembro de 2022.

Para a instituição de pesquisa e estatística atrelada ao governo dos EUA, os preços altos para o petróleo no momento se devem às restrições à produção global e as expectativas de maior demanda neste inverno.

“A imprensa especializada indicou um aumento nas compras de petróleo e derivados de geradores elétricos em partes da Ásia e da Europa, que podem deslocar a demanda por combustíveis no inverno, do gás natural para o petróleo. Além disso, vários países, como Tailândia, Israel, Austrália e Estados Unidos, aliviaram as restrições de viagens no início de novembro, o que poderia gerar uma pressão maior na demanda de combustível para viagens aéreas em alguns locais”, mostrou o relatório.

Estoques de petróleo

As diferenças nos preços entre os contratos de petróleo bruto para entrega no curto prazo em comparação com os contratos para entrega no futuro indicam as expectativas do mercado de que os cortes de estoque serão moderados no futuro. 

Como os estoques de petróleo bruto estão atualmente baixos globalmente e nos Estados Unidos, tanto o Brent quanto o WTI estão atrasados ​​(quando os preços próximos ao mês são mais altos do que os de prazo mais longo).

A EIA estima que o total dos estoques de petróleo bruto dos EUA tenham encerrado outubro em 435,4 milhões de barris. Este seria o nível mais baixo para o mês desde 2018 e 6,2% abaixo da média de cinco anos (2016-2020) para o mês. 

Na semana encerrada em 29 de outubro, os estoques de petróleo bruto em Cushing (cidade dos EUA que é o coração do sistema de armazenamento do petróleo WTI)  eram de 24,0 milhões de barris, o que significa que a utilização da capacidade de armazenamento foi de apenas 31%. 

O relatório STEO estima ainda a previsão de um aumento no estoque global a partir da primavera de 2022, o que provavelmente reduzirá parte do aperto no mercado que estar contribuindo para a alta dos preços.

Estimativas do consumo de petróleo

A EIA também estimou o consumo global de petróleo bruto. Para a instituição, o consumo mundial de petróleo bruto excedeu a produção de petróleo bruto por cinco trimestres consecutivos, desde o terceiro trimestre de 2020. 

Durante este período, os estoques totais de petróleo entre os países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) caíram 424 milhões de barris – de 9% acima da média de cinco anos em junho de 2020 a 7% abaixo da média de cinco anos no final de setembro de 2021. 

Para os próximos períodos, a EIA estima que a demanda global de petróleo bruto excederá a oferta global até o final deste ano, contribuindo para a manutenção do preço do Brent acima dos US$ 80 o barril. 

No entanto, a previsão é de que estoques globais de petróleo começarão a se acumular em 2022, impulsionados pelo aumento da produção da OPEP+ e dos Estados Unidos, juntamente com a desaceleração do crescimento da demanda global de petróleo.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos