Mercado fechado
  • BOVESPA

    99.621,58
    -969,83 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.061,61
    -373,84 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,48
    -0,30 (-0,27%)
     
  • OURO

    1.820,50
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    20.090,52
    -238,81 (-1,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    432,37
    -7,30 (-1,66%)
     
  • S&P500

    3.818,83
    -2,72 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    31.029,31
    +82,32 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.312,32
    -11,09 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    21.996,89
    -422,08 (-1,88%)
     
  • NIKKEI

    26.655,94
    -148,66 (-0,55%)
     
  • NASDAQ

    11.676,25
    -14,75 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4302
    +0,0196 (+0,36%)
     

Relógio cancelado da Meta teria duas câmeras para competir com Apple Watch

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Meta tem um grande caminho pela frente para consolidar seu tão sonhado metaverso e tentar se desvincular da imagem extremamente negativa do Facebook. E um dos planos da empresa será lançar dispositivos inteligentes para competir com outras companhias já consolidadas, mas o desenvolvimento de um smartwatch com câmera dupla não foi para frente.

Um artigo publicado pelo Bloomberg descreve que a empresa de Mark Zuckerberg cancelou o desenvolvimento do Projeto Milan, e fotos do protótipo do relógio mostram como o acessório poderia ser.

Fotos mostram pulseira, carregador e corpo do relógio inteligente da Meta com duas câmeras (Imagem: Reprodução/Bloomberg)
Fotos mostram pulseira, carregador e corpo do relógio inteligente da Meta com duas câmeras (Imagem: Reprodução/Bloomberg)

Sendo desenvolvido há pelo menos dois anos, o visual do relógio seria próximo de um Apple Watch mais reto, com formato quadrado de cantos arredondados e laterais retas.

O grande diferencial do produto ficaria para o conjunto de câmeras: uma na tela dentro de um entalhe em formato de gota na parte inferior da tela e outra na traseira.

Para utilizar a câmera principal os usuários poderiam remover o relógio da pulseira de forma simples, capturando fotos e vídeos sem tirar o smartphone do bolso — quase como uma GoPro.

Relógio da Meta teria câmera frontal na parte inferior da tela e recorte em formato de gota (Imagem: Steve Moser/Bloomberg)
Relógio da Meta teria câmera frontal na parte inferior da tela e recorte em formato de gota (Imagem: Steve Moser/Bloomberg)

Entretanto, é descrito que a presença da câmera traseira estaria causando problemas em um recurso capaz de traduzir sinais nervosos do pulso em comandos digitais. Tal diferencial, conhecido como "eletromiografia", seria uma grande prioridade para a Meta.

O projeto Milan seria anunciado pela Meta em 2023 e teria preço sugerido de US$ 349. É dito que a Meta possui mais relógios inteligentes em desenvolvimento, mas detalhes sobre estes dispositivos não foram revelados.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos