Mercado fechará em 3 h 30 min
  • BOVESPA

    129.745,55
    -345,53 (-0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.764,76
    -143,42 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,29
    +0,17 (+0,24%)
     
  • OURO

    1.862,20
    +5,80 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    38.980,74
    -1.110,38 (-2,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    964,69
    -27,78 (-2,80%)
     
  • S&P500

    4.237,96
    -8,63 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.227,96
    -71,37 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,69 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    14.005,75
    -24,50 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0670
    -0,0509 (-0,83%)
     

Reino Unido oferece alternativa à Astra para menores de 40

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O Reino Unido vai oferecer a pessoas com menos de 40 anos uma alternativa à vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 devido ao risco de casos raros de trombose, que até agora parecem ser mais comuns entre os mais jovens.

A decisão, anunciada na sexta-feira, segue a recomendação da Comissão Conjunta de Vacinação e Imunização do Reino Unido. Autoridades se preparam para iniciar o programa de imunização de menores de 40 anos. Indivíduos acima de 40 foram instruídos a pedir agendamento para vacinação nesta semana.

A vacina da AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, tem sido o carro-chefe do programa do Reino Unido até o momento. Com a nova estratégia, dependendo da oferta, pessoas com menos de 40 anos receberiam os imunizantes da Pfizer-BioNtech ou Moderna, as únicas duas outras vacinas atualmente aprovadas para uso no Reino Unido. A mudança não afetará os planos de vacinar todos os adultos até o fim de julho e é baseada na taxa atual de casos, na perspectiva de uma terceira onda e no ritmo de imunização.

A decisão vem um mês depois que o Reino Unido decidiu oferecer a pessoas com menos de 30 anos alternativas à vacina da AstraZeneca, por causa do que autoridades descreveram como incidências “extremamente raras” de trombose. Na época, 79 casos haviam sido registrados, com 19 mortes entre mais de 20 milhões de doses administradas. O risco de coágulos raros com base nos dados atuais é de 10,5 pessoas a cada milhão após a primeira dose, número que sobe para 17,4 por milhão na faixa etária de 30 a 39 anos.

Nossa posição continua sendo a de que os benefícios da vacina da Astra “superam os riscos para a grande maioria das pessoas”, disse June Raine, presidente da Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos para a Saúde do Reino Unido, em comunicado na sexta-feira. “O equilíbrio entre benefícios e riscos é muito favorável para pessoas mais velhas, mas é mais equilibrado entre os mais jovens, e aconselhamos que essa evidência em evolução deve ser considerada no uso da vacina”, segundo a recomendação do comitê conjunto.

A Astra disse que trabalha para entender os casos individuais, a epidemiologia e os possíveis mecanismos que poderiam explicar esses eventos.

Dados mais recentes de 28 de abril mostram que, depois de cerca de 28,5 milhões de doses administradas com o imunizante da AstraZeneca, foram registrados 242 casos de trombose com 49 mortes. O risco geral de morte por trombose é de 2,1 em cada milhão, número que aumenta para 4,5 por milhão na faixa etária de 30 a 39 anos.

(Atualiza com confirmação do governo sobre mudança da política e detalhes a partir do primeiro parágrafo.)

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.