Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.766,09
    -79,38 (-0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Reino Unido vai aplicar terceira dose de vacina anticovid a pessoas vulneráveis

·1 minuto de leitura
Reprodução de vídeo mostra o secretário de Saúde britânico, Sajid Javid, durante discurso na Câmara dos Comuns, em Londres, 12 de julho de 2021 (AFP/-)

O ministro da Saúde do Reino Unido anunciou nesta quarta-feira (1) que vai oferecer uma terceira dose da vacina anticovid a meio milhão de pessoas com o sistema imunológico gravemente debilitado.

O encarregado da pasta da Saúde, Sajid Javid, afirmou que o serviço público de saúde oferecerá esta terceira dose a quem "tenha podido receber uma proteção menor contra o vírus com as duas doses da vacina".

Javid anunciou a medida depois que o Comitê de Vacinação e Imunização (JCVI), que assessora o governo, recomendasse uma terceira dose para pessoas maiores de 12 anos com leucemia, HIV em estado avançado ou que tenham sido submetidas a transplante de órgãos recentemente.

Segundo o encarregado, a terceira dose será preferencialmente do tipo RNA mensageiro.

Contudo, Javid disse que "a terceira vacina primária" não constitui, em qualquer caso, dose de reforço.

Segundo explicou, o Executivo "continua planejando" a implantação do programa de doses de reforço - o que vários países estão estudando - para pessoas de risco - inclusive aquelas que possam se beneficiar de uma terceira dose da vacina.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) criticou que os países ricos estejam planejando aplicar doses de reforço em seus cidadãos enquanto outros países, mais pobres, mal conseguem vacinas para sua população.

am/jvb/mis/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos