Mercado abrirá em 2 h 42 min

Reino Unido se prepara para atípica eleição no inverno

Alex Morales e Greg Ritchie

(Bloomberg) -- Em todo o Reino Unido, políticos estão colocando botas de caminhada e jaquetas fluorescentes e se armando com tochas enquanto fazem campanha no frio e na escuridão para a primeira eleição realizada em dezembro em quase um século.

Como agora escurece mais cedo, grande parte da batalha por votos será conduzida à noite. O inverno também traz o risco de nevascas e fortes inundações, que já atingiram o norte da Inglaterra e se tornaram uma questão importante na campanha. Tudo isso torna um voto já imprevisível em 12 de dezembro mais incerto do que em qualquer eleição nos últimos anos.

“Temos equipes de pessoas batendo à porta todas as noites”, disse Alex Cole-Hamilton, diretor de campanha eleitoral dos Liberais Democratas Escoceses. “Trata-se de senso comum e de colocar a segurança em primeiro lugar: cuidado com o gelo negro, cuidem-se em termos de baixas temperaturas do corpo. Se seu amigo está começando a ficar azul, talvez seja hora de ir para casa.”

Há uma pergunta em aberto sobre como as condições afetam a votação. Os britânicos adoram reclamar do clima e, quando a irritação por desconforto se transforma em raiva diante de uma crise, é o governo que invariavelmente leva a culpa. A campanha do Partido Conservador de Johnson já foi abalada por inundações que atingiram partes do norte da Inglaterra.

Mau tempo

Depois que os partidos da oposição atacaram a resposta “lamentável” do primeiro-ministro, Johnson enviou o Exército para ajudar na operação de socorro. Mas, na quarta-feira, ele enfrentou a raiva dos eleitores.

“O que mais podemos fazer?” Johnson perguntou a uma mulher da região enquanto percorria a área atingida por inundações com repórteres e câmeras de televisão a reboque. “É um pouco tarde demais”, respondeu a mulher.

Depois, há a questão de como as condições de inverno podem afetar o número de pessoas no dia da votação. A participação pode ser menor devido ao mau tempo e ao do pôr do sol mais cedo.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Alex Morales em Londres, amorales2@bloomberg.net;Greg Ritchie London, gritchie10@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Timothy Ross, tross54@bloomberg.net, Robert Jameson

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

©2019 Bloomberg L.P.