Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.159,45
    -1.115,85 (-1,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Reino Unido quer cúpula sobre clima COP26 presencial neste ano

·1 minuto de leitura
Alok Sharma em entrevista em Downing Street, Londres

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido está trabalhando duro para conseguir sediar a Conferência das Nações Unidas sobre a Mudança Climática (COP26) presencialmente em novembro, e não existe intenção de adiar a cúpula novamente, disse o presidente da COP26 nesta quarta-feira.

"Estamos trabalhando muito duro para conseguir realizar uma

COP presencial, que permitiria que todos os países participem em pé de igualdade", disse Alok Sharma ao Parlamento.

"Isto é incrivelmente importante, já que muitas partes acreditam fortemente que as negociações precisam ser feitas pessoalmente."

A cúpula de novembro em Glasgow, na Escócia, deveria ter acontecido em 2020, mas teve que ser adiada por causa da pandemia de Covid-19.

Indagado se a cúpula acontecerá, Sharma respondeu: "A COP26 já foi adiada por um ano, e a urgência da crise climática não diminuiu."

"Não sinto entre as partes nenhum desejo de um novo adiamento, e estamos trabalhando muito duro para conseguir uma COP física e presencial, levando em conta, é claro, quaisquer contingências relacionadas à Covid", disse.

(Por Guy Faulconbridge e Kate Holton)