Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,41
    +0,13 (+0,20%)
     
  • OURO

    1.837,20
    +1,10 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    56.403,19
    +236,11 (+0,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.513,93
    +1.271,26 (+523,84%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.013,81
    -581,89 (-2,03%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.333,00
    -13,00 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3433
    +0,0031 (+0,05%)
     

Reino Unido quer acordo de livre comércio com a União Europeia, diz ministro das Finanças

·1 minuto de leitura

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido quer chegar a um acordo de livre comércio com a União Europeia, mas o impacto no curto prazo de não realizá-lo será ofuscado pela pandemia de Covid-19, disse neste domingo o ministro das Finanças do país, Rishi Sunak, ao programa de Andrew Marr na BBC.

Questionado sobre o efeito de não haver um acordo de livre comércio em vigor após o término do período de transição no dia 31 de dezembro, Sunak disse: "É muito difícil ser preciso sobre os efeitos de curto prazo".

“Mas eu concordo com o que o primeiro-ministro disse. No curto prazo, especificamente, e mais imediatamente, seria preferível fazer um acordo porque facilitaria as coisas", afirmou.

"Mas o impacto mais importante em nossa economia no próximo ano não será por conta disso, e sim por causa do coronavírus."

(Por Wilaim Schomberg e Paul Sandle)