Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    50.617,58
    +3.078,53 (+6,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Reino Unido conduzirá discussão do G7 sobre recuperação econômica da Covid em 12 de fevereiro

William Schomberg
·1 minuto de leitura

Por William Schomberg

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido presidirá uma reunião de ministros das Finanças e presidentes de bancos centrais do G7 em 12 de fevereiro para tentar mapear uma saída para a crise econômica global infligida pela Covid-19 e encontrar uma solução para uma disputa fiscal internacional.

O ministro das Finanças britânico, Rishi Sunak, e o presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, serão os co-anfitriões da reunião online com seus colegas dos Estados Unidos, Alemanha, Japão, França, Itália e Canadá, bem como do Banco Central Europeu, disse o Ministério das Finanças do Reino Unido.

"Reconhecendo que uma crise global precisa de soluções globais, o chanceler trabalhará com seus colegas para abordar os desafios econômicos comuns enfrentados por nossas economias doméstica e global e buscar uma recuperação econômica forte e sustentável ante o coronavírus", disse o ministério.

A mudança climática e a perda de biodiversidade se tornarão uma prioridade com a aproximação da conferência COP26 que será sediada pelo Reino Unido em novembro, acrescentou.