Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,84
    +0,07 (+0,13%)
     
  • OURO

    1.854,40
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    32.451,61
    -995,63 (-2,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    653,79
    -23,11 (-3,41%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.638,85
    -56,22 (-0,84%)
     
  • HANG SENG

    30.159,01
    +711,16 (+2,41%)
     
  • NIKKEI

    28.822,29
    +190,84 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    13.469,50
    -6,00 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6379
    -0,0141 (-0,21%)
     

Reinaldo alcança a marca de 250 jogos com a camisa do São Paulo

LANCE!
·1 minuto de leitura


No São Paulo desde a temporada 2013, o lateral Reinaldo chegou a marcar de 250 jogos com a camisa do Tricolor na noite do último sábado, quando a equipe bateu o Bahia, por 3 a 1, na Arena Fonte Nova. O jogador foi homenageado pelo clube e ganhou uma camisa com a número de sua marca.

Titular absoluto da lateral-esquerda do São Paulo, Reinaldo vive grande fase no clube do Morumbi. O jogador é o líder de assistências do atual elenco, com nove passes para gol em 2020. Contra o Bahia, inclusive, o defensor deu um passe para Luciano e cobrou o escanteio que gerou o gol de Arboleda.

- O Reinaldo sempre vai ser citado como exemplo de superação. É muito difícil um jogador começar como ele começou no São Paulo e dar a volta por cima. É um exemplo para nós todos. É uma liderança técnica do time e na gestão do grupo. É um dos melhores laterais-esquerdos do Brasil com certeza. É um jogador que pode postular uma vaga na Seleção também - afirmou o técnico Fernando Diniz, não medindo elogios para o jogador.

Reinaldo chegou ao São Paulo em 2013 e não teve um bom início no clube do Morumbi. Criticado pela torcida, o jogador foi emprestado para a Chapecoense e para a Ponte Preta, mas retornou ao CT da Barra Funda e reconquistou seu espaço no Tricolor.