Mercado abrirá em 5 h 21 min
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,24
    +0,96 (+0,87%)
     
  • OURO

    1.854,60
    +12,50 (+0,68%)
     
  • BTC-USD

    30.571,25
    +1.193,67 (+4,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    684,60
    +11,23 (+1,67%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.458,61
    +68,63 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    20.436,30
    -280,94 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    11.989,75
    +149,00 (+1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1574
    +0,0046 (+0,09%)
     

Rehn, do BCE, pede aumento de juros em julho

O presidente do banco central da Finlândia, Olli Rehn, fala durante entrevista em Helsinque, Finlândia, em 17 de julho de 2018. REUTERS/Ints Kalnins

HELSINQUE (Reuters) - O Banco Central Europeu deveria aumentar sua taxa de depósito em julho em 0,25 ponto percentual, disse o membro do BCE, Olli Rehn, a um jornal finlandês na quinta-feira.

Rehn acrescentou que a taxa será zero até o outono (do Hemisfério Norte). Ela está atualmente em -0,50%.

"Depois disso, podemos continuar normalizando a política monetária gradual e proativamente", disse ele ao maior diário finlandês, o Helsingin Sanomat, em uma entrevista.

Rehn disse que as perspectivas de inflação são bastante diferentes na zona do euro em relação aos Estados Unidos, onde o Federal Reserve aumentou sua taxa de juros de referência em 0,5 ponto percentual na quarta-feira.

(Reportagem de Anne Kauranen e Essi Lehto)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos