Regulador pede à Air India que suspenda voos do 787

O órgão regulador da aviação da Índia solicitou à companhia aérea Air India para suspender os voos de sua frota de Boeing 787 Dreamliner, após a série de incidentes envolvendo os aviões da fabricante norte-americana.

O regulador pediu à Air India para manter seus Dreamliners em terra até que a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos conclua a investigação sobre o caso, disse Arun Mishra, diretor-geral da aviação civil, ao The Wall Street Journal.

A Air India foi uma das primeiras clientes do 787. A empresa encomendou 27 Dreamliners em janeiro de 2006, dos quais recebeu seis deles até agora. As informações são da Dow Jones.

Carregando...