Mercado abrirá em 3 h 9 min

Regulador da UE preocupado com impacto de redes sociais em ações

Nicholas Comfort
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A principal agência reguladora de mercados da Europa diz que uma das lições da onda de compras ligada à varejista de videogames GameStop é que as redes sociais expõem investidores a perdas e ao risco de violar regras que evitam a manipulação de preços.

“Estamos preocupados com investidores de varejo que baseiam seu comportamento de compra em informações das redes sociais. É importante obter informações confiáveis”, disse Steven Maijoor, presidente da Autoridade Europeia dos Valores Mobiliários e dos Mercados, em entrevista à Bloomberg Television. “Mas também existem riscos para que investidores de varejo não violem as regras sobre os requisitos de abuso de mercado.”

Os mercados foram dominados no início do ano por uma onda de compras de investidores de varejo que usaram novas plataformas de negociação, em alguns casos se posicionando contra fundos de hedge e vendedores a descoberto, ou que apostam na baixa dos ativos. Maijoor disse que a experiência exige uma melhor aplicação das regras existentes, em vez de uma atualização da regulamentação.

Outro ponto que reguladores precisam analisar após a turbulência em torno da GameStop é o papel das corretoras online que permitem aos investidores comprar títulos sem pagar comissões, disse Maijoor.

“Temos preocupações aqui em torno dos pagamentos para fluxos de ordens. Corretoras relevantes, claro, podem obter pagamentos, sabemos que isso está acontecendo pela forma como aumentam seus fluxos de ordens e isso levanta questões sobre como colocar o interesse dos clientes em primeiro lugar.”

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.