Mercado abrirá em 2 h 51 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,79
    +0,02 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.853,50
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    32.007,14
    -361,14 (-1,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    646,91
    -29,99 (-4,43%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.678,74
    +39,89 (+0,60%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.443,00
    -32,50 (-0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Regulador da China deve considerar imposto sobre empresas de tecnologia

·1 minuto de leitura

PEQUIM/XANGAI (Reuters) - A China deve considerar a implementação de um imposto digital sobre empresas de tecnologia que detêm grandes quantidades de dados de usuários, disse uma autoridade da agência reguladora de valores mobiliários ao Beijing News, no último sinal de um aumento da supervisão governamental sobre o setor.

"Algumas empresas semelhantes a plataformas mantêm uma grande quantidade de dados de usuários, como se fossem minas de pedras preciosas", informou o jornal do governo citando Yao Qian, chefe do escritório de supervisão de ciência e tecnologia da Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China (CSRC).

Yao disse que o valor das empresas que atuam como plataformas foi criado por seus usuários, e os usuários deveriam dividir os lucros com essas empresas.

"Como representantes da população, os governos deveriam estudar em profundidade se é necessário que cobrem impostos digitais sobre empresas que utilizam plataformas, assim como cobram impostos sobre recursos naturais."

A China prometeu intensificar a supervisão de suas grandes empresas de tecnologia, que incluem Alibaba Group e Tencent, que estão entre as maiores e mais valiosas companhias do mundo. Muitas dessas empresas coletam grandes quantidades de dados de usuários durante a prestação de seus serviços.

(Por Cheng Leng em Pequim e Brenda Goh em Xangai)