Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.256,36
    -3.411,42 (-2,95%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.348,94
    -802,44 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,34
    +0,12 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.773,10
    -24,80 (-1,38%)
     
  • BTC-USD

    49.090,02
    +177,93 (+0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    984,30
    -10,36 (-1,04%)
     
  • S&P500

    3.829,34
    -96,09 (-2,45%)
     
  • DOW JONES

    31.402,01
    -559,85 (-1,75%)
     
  • FTSE

    6.651,96
    -7,01 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    12.832,00
    -470,00 (-3,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7289
    +0,1584 (+2,41%)
     

Regulador canadense aprova 1º ETF de bitcoin do mundo

Fergal Smith e David Randall
·1 minuto de leitura
.

Por Fergal Smith e David Randall

TORONTO, Estados Unidos (Reuters) - O principal órgão de regulação dos mercados de capitais do Canadá aprovou o lançamento do primeiro fundo ETF de bitcoin, afirmou um gestor nesta sexta-feira. O lançamento deve dar aos investidores maior acesso à criptomoeda que tem acumulado alta explosiva desde o ano passado.

A Ontario Securities Commission aprovou o lançamento do Purpose Bitcoin ETF, afirmou a gestora de ativos Purpose Investments, sediada em Toronto. A OSC confirmou a aprovação do produto, segundo comunicado enviado à Reuters.

"O ETF será o primeiro do mundo a investir diretamente em bitcoin, não em derivativos, permitindo aos investidores acesso mais fácil e eficiente a essa classe de ativos", disse a Purpose Investments.

Investidores têm negociado bitcoins por meio de contratos futuros na bolsa de derivativos de Chicago CME. Eles também podem comprar fundos de investimentos, como o Bitcoin Fund, na bolsa de Toronto.

Um ETF pode oferecer algumas vantagens aos investidores, como compra a um valor líquido em vez de com prêmio, disse Arthur Salzer, presidente-executivo da Northland Wealth Management

"Acho que a OSC está tomando a decisão correta ao permitir este ETF", disse Salzer. "Ele elimina alguns pontos negativos dos atuais fundos."

Nesta sexta-feira, o bitcoin bateu novo recorde, a 48.975 dólares. A moeda acumula valorização de 63% até agora neste ano após alta de 1.130% desde meados de março passado.

Nos Estados Unidos, oito empresas tentaram sem sucesso desde 2013 criarem um ETF de bitcoin, segundo Todd Rosenbluth, diretor de ETFs e fundos mútuos da CFRA, sediada em Nova York.