Mercado fechará em 6 h 17 min
  • BOVESPA

    125.621,14
    +1.009,11 (+0,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.910,53
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,13
    +0,48 (+0,67%)
     
  • OURO

    1.797,20
    -2,60 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    39.684,89
    +998,00 (+2,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    930,08
    +0,15 (+0,02%)
     
  • S&P500

    4.397,50
    -3,96 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    35.095,19
    +36,67 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.006,50
    +10,42 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.987,00
    +39,25 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0736
    -0,0348 (-0,57%)
     

Reforma administrativa não é complexa, é simplificadora, diz Guedes

·1 minuto de leitura
Ministro Paulo Guedes

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira que a reforma administrativa enviada pelo governo em discussão no Congresso não é complexa e pretende ser simplificadora.

Em audiência pública para discutir a proposta na Câmara, Guedes disse que está trabalhando em conjunto com o relator da proposta, deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA).

Segundo o ministro, o principal objetivo da reforma é garantir a melhoria e a qualidade no fornecimento da prestação do serviço público de uma forma eficiente.

Guedes ressaltou que, desde o início, o presidente Jair Bolsonaro disse que a proposta não iria tocar em direitos adquiridos pelos atuais servidores.

O ministro afirmou que a proposta não deseja acabar com a estabilidade do funcionalismo, mas defendeu que haja uma espécie de avaliação para os servidores que vão ingressar na carreira pública e que isso seja instituído pelos atuais servidores.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos