Mercado fechará em 4 h 39 min
  • BOVESPA

    112.880,14
    +1.696,19 (+1,53%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.384,11
    +6,64 (+0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,17
    +0,89 (+1,45%)
     
  • OURO

    1.711,00
    -4,80 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    49.138,25
    -1.855,44 (-3,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    986,41
    -0,80 (-0,08%)
     
  • S&P500

    3.790,19
    -29,53 (-0,77%)
     
  • DOW JONES

    31.153,97
    -116,12 (-0,37%)
     
  • FTSE

    6.621,09
    -54,38 (-0,81%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.533,00
    -148,75 (-1,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7708
    -0,0079 (-0,12%)
     

Reforma administrativa é remetida à CCJ da Câmara

·1 minuto de leitura
Plenário da Câmara dos Deputados

BRASÍLIA (Reuters) - A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma administrativa, que altera as regras para novos servidores públicos nas três esferas da administração, foi remetida na segunda-feira à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, antes mesmo da instalação da mesma.

Encarada como prioritária pelo presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), a reforma administrativa dá um dos primeiros passos em sua tramitação na Câmara.

A CCJ será responsável pela análise da admissibilidade da proposta. O colegiado não se debruça sobre o mérito da PEC, mas avalia se ela é constitucional, se fere alguma cláusula pétrea da Constituição.

Ainda não há uma previsão exata para a instalação da CCJ, já que a indicação para a presidência do colegiado está cercada de polêmica. O PSL, que teria, pelo critério da proporcionalidade, o direito de indicar um nome, ofereceu o da deputada Bia Kicis (DF), atual vice-presidente da comissão, mas a escolha enfrenta resistências.

Segundo o líder do PSL na Câmara, deputado Vitor Hugo (GO), a bancada mantém a indicação de Kicis para o posto.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)