Mercado abrirá em 5 mins
  • BOVESPA

    99.621,58
    -969,83 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.061,61
    -373,84 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,22
    -0,56 (-0,51%)
     
  • OURO

    1.822,10
    +4,60 (+0,25%)
     
  • BTC-USD

    19.228,08
    -796,07 (-3,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    412,10
    -27,57 (-6,27%)
     
  • S&P500

    3.818,83
    -2,72 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    31.029,31
    +82,32 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.170,50
    -141,82 (-1,94%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.569,25
    -121,75 (-1,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4562
    +0,0456 (+0,84%)
     

Reels ganha pacote de novidades no Instagram e no Facebook

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Meta anunciou o lançamento de diversas ferramentas criativas para o Reels no Facebook e no Instagram. O objetivo é entregar mais opções para a criação, edição e publicação do formato de vídeos curtos, principalmente com foco em engajamento.

Atualmente, todas as atenções da empresa estão voltadas para esse formato herdado do TikTok. Mas, diferentemente do rival chinês, Instagram e Facebook ainda correm atrás para oferecer recursos próprios que facilitem a produção dos materiais ou permitam a descoberta por novas audiências.

Nos vídeos autorizados pelo criador, você poderá usar o template (modelo) para criar seus vídeos do Reels (Imagem: Reprodução/Instagram)
Nos vídeos autorizados pelo criador, você poderá usar o template (modelo) para criar seus vídeos do Reels (Imagem: Reprodução/Instagram)

No caso do Instagram, a plataforma expandiu o limite de tempo para até 90 segundos. Essa era uma demanda antiga para possibilitar o desenvolvimento aprimorado de conteúdos mais aprofundados. Além disso, você também poderá importar seu próprio áudio diretamente para o Reels, sem precisar de programas de terceiros.

Outra mudança é a transferência de figurinhas exclusivas dos Stories para o Reels. Até então, o formato de vídeos curtos não tinha todas as opções, como Enquete, Quiz e Emoji deslizante. Essa adição aproxima ainda mais os dois formatos de vídeos, que já compartilhavam muitas ferramentas e a mesma proporção.

Por fim, o Insta também passará a oferecer modelos para o Reels, um conjunto de efeitos, músicas e recursos pré-elaborados que facilitam a produção de vídeos. Em vez de começar tudo do zero, o usuário terá um ponto de partida no qual poderá usar a mesma estrutura (sequências de áudio e clipes) de algo já existente para fazer seu vídeo. Esta é uma opção que só estará disponível se o criador original autorizar.

Reels em alta no Facebook

Adicionado no ano passado, o suporte aos Reels foi uma forma encontrada pela Meta para fortalecer os vídeos no Facebook. Atualmente, ao produzir algo para o Instagram, o usuário tem a opção de publicá-lo também no Face automaticamente. A melhor parte é que a plataforma criada por Mark Zuckerberg tem algumas funcionalidades que o irmão mais novo não possui.

Hoje, por exemplo, passou a ser liberada a opção de agendar Reels no desktop. Além de produzir os conteúdos no iPhone ou no Android, as pessoas também poderão criar, editar, publicar ou agendar um horário para seus vídeos curtos serem divulgados pelo navegador, com o auxílio do Estúdio de Criação.

O editor de vídeos do Facebook permitirá extrair clipes de vídeos longos para criar Reels (Imagem: Reprodução/Facebook)
O editor de vídeos do Facebook permitirá extrair clipes de vídeos longos para criar Reels (Imagem: Reprodução/Facebook)

Essa era uma necessidade que limitava a atuação de profissionais de marketing digital e de criadores de conteúdo com muito volume de produção. Antes, sem poder agendar os Reels, você precisava ter o trabalho de entrar no aplicativo para celular no dia e horário desejado para colocar no ar seu material.

Outra mudança bem-vinda é o editor de vídeos embutido. O usuário poderá cortar trechos de vídeos de formato longo já publicados para caber no formato do Reels no Facebook. A plataforma também permitirá fazer algo semelhante durante as transmissões ao vivo, assim será possível destacar alguns clipes de sucesso para gerar engajamento.

Recursos de áudio

Ainda na pegada das conversas por áudio, o Facebook decidiu converter várias funcionalidades para fortalecer o Reels. A primeira delas é a possibilidade de narrar os vídeos, algo que já existe há bastante tempo no TikTok. Se não quiser usar a própria voz, o recurso de conversão de texto em fala promete criar uma narração robotizada com base nos escritos.

Também deve chegar à plataforma a chamada "Sincronização de Som", que vai ajustar automaticamente o vídeo com a batida da sua canção favorita. Efeitos, transições e outros recursos serão configurados para seu conteúdo literalmente dançar conforme a música.

Este recurso vai ajustar automaticamente seus clipes a qualquer música no Facebook, de modo similar ao que existe no CapCut (Imagem: Reprodução/Facebook)
Este recurso vai ajustar automaticamente seus clipes a qualquer música no Facebook, de modo similar ao que existe no CapCut (Imagem: Reprodução/Facebook)

Ferramentas do Reels para Insta e Face

Essas foram todas as novidades do Reels anunciadas para o Facebook e Instagram:

  • Reels de até 90 segundos;

  • Figurinhas do Stories no Reels;

  • Importação de áudio;

  • Modelos pré-fabricados;

  • Criação e agende Reels no desktop;

  • Edição de vídeos longos e lives;

  • Sobreposição de Voz (narração de vídeos);

  • Sincronização de Som (ajuste do vídeo à batida da música);

  • Conversão de texto em fala (narração robotizada).

Vale lembrar que a rede social de Zuckerberg também passará a exibir Reels sugeridos. Essa era uma funcionalidade nativa do Instagram — quando você rola a tela na vertical — que chegará de modo adaptado para o Facebook Watch. O recurso vai exibir conteúdos do Reels que possam interessar ao usuário, com base no seu gosto, no feed, em grupos e na guia de vídeos.

No Instagram, os criadores têm a opção de recomendar seus Reels no Facebook para expandir o alcance e atingir o público de lá. A Meta voltou a reforçar a necessidade de criar conteúdo original para a plataforma, porque esses vídeos serão priorizados em detrimento daqueles que foram simplesmente importados dos rivais.

Todas essas novidades começaram a chegar para o usuário de ambos os serviços na web e aplicativos para Android e iOS. Para não ter problemas, atualize o app do Facebook e do Instagram e experimente as novidades para melhorar seus vídeos do Reels.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos