Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.041,96
    -119,86 (-0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Redução do intervalo entre a primeira e a segunda dose, de 12 para oito semanas, começa a valer nesta terça em Niterói

·2 minuto de leitura

NITERÓI — A população adulta com ciclo vacinal completo na cidade chegou a 78%, e a tendência é que a conclusão da imunização de quem espera pela segunda dose seja ainda mais rápida nos próximos dias. Pelos ajustes anunciados pela Secretaria municipal de Saúde para o calendário de vacinação, a partir da próxima terça-feira o intervalo entre a primeira dose e a segunda aplicação será reduzido de 12 para oito semanas. Em maiores de 70 anos, a dose de reforço passará a ser aplicada com intervalo de três meses após a imunização completa.

Para vacinas como a Pfizer e AstraZeneca, a recomendação vinha sendo respeitar o intervalo de 12 semanas entre a aplicação da primeira e da segunda doses. Mas o surgimento de variantes da Covid-19 com maior poder de transmissão, como a Delta, levou as autoridades sanitárias a mudarem a estratégia de combate à doença, acelerando a imunização da população.

No caso da dose de reforço, a redução do intervalo de seis para três meses após a segunda dose vai permitir que todos os maiores de 70 anos sejam imunizados nas próximas semanas. Para receber o reforço, os idosos devem comparecer a um dos nove postos de vacinação disponíveis munidos de comprovantes da primeira e da segunda doses, documento de identidade e comprovante de residência em Niterói.

De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, 438.115 mil pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o que representa 84,7% de toda a população niteroiense e 99,7% dos adultos. Com relação ao esquema vacinal completo, que contabiliza a segunda dose e a dose única, já são 319.176 pessoas imunizadas, representando 59,4% da população total da cidade e 78% dos maiores de 18 anos.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos