Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.329,39
    +2.275,68 (+4,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Redmi Watch 2 e Buds 3 YE são anunciados ao lado dos Redmi Note 11

·3 min de leitura

E a Xiaomi anunciou os primeiros celulares da família Redmi Note 11, ao lado de acessórios que complementam a experiência. Os Redmi Watch 2 e Redmi Buds 3 Youth Edition apostam em uma relação custo-benefício elevada para serem levados para casa.

Redmi Watch 2 mostra bom avanço frente ao antecessor

Começando pelo relógio, há mudanças de design em relação à primeira versão. A construção ficou mais minimalista, mantendo a caixa quadrada de cantos curvados. O display cresceu: foi de 1,4 para 1,6 polegada, e trocou o painel LCD por um AMOLED.

(Imagem: Reprodução/Xiaomi)
(Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Por dentro, o Redmi Watch 2 tem sensores para mais de 100 atividades físicas e GPS integrado. Ou seja, ele consegue mapear caminhadas, corridas e trilhas independentemente de um smartphone.

Algo que faltou no modelo de primeira geração foi medidor de saturação sanguínea (SpO2). O novo embute um sensor do tipo, para aferição tanto regular, como para potencializar as medições de sono. Claro, há também o típico medidor de batimentos cardíacos que não pode faltar nem mesmo em smartbands atualmente.

Por não trazer um sistema operacional complexo como WearOS, Tizen ou outro, a duração de bateria pode alcançar os 12 dias. Mas a um preço: ele não é um smartwatch capaz de rodar apps de terceiros, e todas as soluções de software são nativas da própria Xiaomi — que pode ou não liberar novas ferramentas com atualizações do firmware.

(Imagem: Reprodução/GSM Arena/Xiaomi)
(Imagem: Reprodução/GSM Arena/Xiaomi)

O modelo recarrega através de um conector magnético — como nas Mi Bands mais atuais. Mais colorido, ele terá a caixa principal disponibilizada em três cores, e com seis tons para pulseiras. Curiosamente, o novo smartwatch da Xiaomi parece muito mais com o visual esperado para o Apple Watch Series 7 do que o próprio relógio da Apple em sua versão final, com caixa de laterais planas e visual mais discreto, ainda que não traga a coroa giratória característica.

Buds 3 Youth Edition

Quem ainda não tem um dos inúmeros fones de ouvido TWS da Xiaomi ganha mais uma opção para considerar: o Redmi Buds 3 Youth Edition.

Com encaixe intra-auricular, drivers de 6 mm, e formato parecido com o do Galaxy Buds — engate total no ouvido, sem hastes — o fone oferece Bluetooth 5.2 para maior estabilidade de conexão, e pode oferecer 18 horas totais de reprodução graças à case de transporte. De forma contínua, ele pode oferecer cinco horas de autonomia.

(Imagem: Reprodução/GSM Arena/Xiaomi)
(Imagem: Reprodução/GSM Arena/Xiaomi)

A recarga acontece via cabo USB-C, sem a possibilidade de usá-lo em acessórios com recarga wireless no padrão Qi ou por recarga indutiva reversa de celulares.

Preço e disponibilidade

Por enquanto os Redmi Watch 2 e Buds 3 Youth Edition foram anunciados somente na China. O primeiro custará o equivalente a R$ 436 (em conversão direta hoje, 28). É um salto considerável de preço em relação ao modelo anterior — mas cabe o usuário avaliar se a melhoria de recursos compensa.

O Buds 3 YE chega ao equivalente a R$ 86, e isso ajuda a explicar a falta de alguns recursos como a recarga sem fio ou cancelamento ativo de ruídos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos