Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    56.937,65
    -5.284,62 (-8,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Redmi Note 10 passa na Anatel e já pode ser lançado no Brasil

Felipe Junqueira
·2 minuto de leitura

A Xiaomi apresentou a nova série Redmi Note 10 há poucos dias, e não deve demorar para os aparelhos chegarem ao Brasil. A variante 4G do modelo básico já está homologado na Anatel, e outros também estão na fila para que a documentação seja publicada.

Por ora, apenas a certificação do M2101K7AG está disponível no sistema da agência brasileira. Trata-se do Redmi Note 10 4G, modelo mais básico da série, com tela de 6,43 polegadas, processador Snapdragon 678 e bateria de 5.020 mAh. Esta variante tem suporte ao 4G e Wi-Fi dual-band, e vem com carregador de 33 W na caixa, segundo a documentação disponível no site da Anatel.

O aparelho foi homologado no dia 5 de março, um dia depois da apresentação da linha, mas a documentação só apareceu entre o final da tarde de ontem (10) e o começo da manhã desta quinta-feira.

Documentação do Redmi Note 10 4G (Imagem: Reprodução/Anatel)
Documentação do Redmi Note 10 4G (Imagem: Reprodução/Anatel)

A Xiaomi apresentou as versões globais da linha Redmi Note 10 no mesmo dia em que apresentou a linha na Índia, com algumas modificações. O modelo base segue o mesmo, ao passo que o Redmi Note 10 Pro global é basicamente o Redmi Note 10 Pro Max indiano. Para o mercado ocidental, há ainda o Redmi Note 10S e o Redmi Note 10 5G.

O SCH da Anatel já lista também os modelos M2101K6G, M2101K6R e M2101K7BL. O primeiro é muito provavelmente o Redmi Note 10 Pro, e os outros dois podem ser o Note 10S e o Note 10 5G, mas não há informações sobre a referência desses dois na internet, ainda. As documentações devem surgir em breve.

Ainda não há data para o anúncio oficial de nenhum modelo da série Redmi Note 10 no Brasil, e a Xiaomi sequer divulgou oficialmente quais pretende trazer para o país. Sempre bom reforçar que a homologação de um modelo junto à Anatel não é nenhuma garantia que ele será lançado por aqui.

Redmi Note 10: ficha técnica

  • Tela: 6,43 AMOLED, resolução FullHD+;

  • Chipset: Snapdragon 678;

  • Memória RAM: 4 ou 6 GB;

  • Armazenamento interno: 64 GB ou 128 GB;

  • Câmera traseira: quádrupla — 48 MP (principal, f/1.79) + 8 MP (ultrawide, f/2.2) + 5 MP (macro, f/2.4) + 2 MP (profundidade, f/2.4);

  • Câmera frontal: 13 MP, f/2.45;

  • Bateria: 5.000 mAh, carregador com fio de 33 W;

  • Extras: Gorilla Glass 3, taxa de amostragem de 120 Hz, alto-falantes duplos, sensor infravermelho;

  • Cores disponíveis: azul, branco e dourado;

  • Sistema operacional: MIUI 12, sob o Android 10;

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: