Mercado abrirá em 2 h 20 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,86
    +0,09 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.852,50
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    31.727,88
    -640,41 (-1,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    640,73
    -36,17 (-5,34%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.686,58
    +47,73 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.450,00
    -25,50 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Redmi 9T e Note 9T são lançados com ficha técnica interessante e preço amigável

Diego Sousa
·4 minuto de leitura

A Xiaomi lançou nesta sexta-feira (8) mais dois novos smartphones na Europa: tratam-se dos Redmi 9T e Redmi Note 9T 5G. Embora traga o "T" no nome, os dois aparelhos são, na verdade, versões renomeadas do Poco M3 e Note 9 5G, respectivamente, lançados na China em novembro de 2020.

Naturalmente, o Redmi Note 9T 5G é o modelo mais potente dos dois e traz o chipset Dimensity 800U 5G da MediaTek, enquanto o Redmi 9T vem com um processador Snapdragon 662 e bateria enorme de 6.000 mAh!

Redmi Note 9T 5G: 1º Redmi Note com 5G

Começando pelo mais interessante dos dois, o Redmi Note 9T 5G conta com uma tela de 6,53 polegadas com resolução Full HD+ e 60 Hz de taxa de atualização, ideal para assistir filmes e séries com qualidade satisfatória. Segundo a Xiaomi, a experiência audiovisual é completada por dois alto-falantes estéreo, primeiro modelo da linha com a novidade.

Redmi Note 9T é o primeiro Redmi Note com 5G (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Redmi Note 9T é o primeiro Redmi Note com 5G (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Por dentro, o aparelho traz o chip MediaTek Dimensity 5G com velocidade máxima de 2,4 GHz. Segundo a Xiaomi, o chip da taiwanesa é 95% mais potente que o intermediário Snapdragon 665, embora essa comparação não seja muito justa. Além disso, ele possui uma bateria gigante de 5.000 mAh com suporte a carregamento rápido de 22,5 W (com carregador incluso na caixa).

No departamento de câmeras, o Redmi Note 9 5G possui três sensores na traseira, liderados por um de 48 MP. A segunda câmera é um macro de 2 MP e a terceira, um sensor focado em profundidade de apenas 2 MP. Para selfies, ele conta com um sensor de 13 MP. A marca chinesa também destaca a presença de NFC na versão europeia, além de suporte a Radio FM.

(Imagem: Divulgação/Xiaomi)
(Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O Redmi Note 9T 5G começará a ser vendido a partir do dia 11 de janeiro na Europa em duas versões: 4 GB de RAM + 64 GB de armazenamento interno e 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno. A versão mais básica chegará ao mercado europeu por 229 euros, cerca de R$ 1,5 mil em conversão direta, enquanto a mais completa custará 269 euros (R$ 1,7 mil).

Redmi 9T: um Poco M3 renomeado

Já o Redmi 9T é a versão renomeada do Poco M3 para o mercado europeu. Ele traz uma tela Full HD+ de 6,53 polegadas com tecnologia IPS LCD e apenas 60 Hz de taxa de atualização. O furo na tela, por sua vez, agrupa uma câmera frontal de 8 MP.

Redmi 9T tem câmera de 48 MP e bateria gigante de 6.000 mAh (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Redmi 9T tem câmera de 48 MP e bateria gigante de 6.000 mAh (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Sob o capô, o Redmi 9T conta com o chipset Snapdragon 662 da Qualcomm e chegará ao mercado em duas versões: 4 GB + 64 GB e 4 GB + 128 GB. Seu principal destaque é a bateria enorme de 6.000 mAh, a maior capacidade já encontrada em um celular da Xiaomi. Assim como o Redmi Note 9T 5G, o Redmi 9T será vendido com um carregador de 22,5 W na caixa.

Nas câmeras, o smartphone traz um conjunto quádruplo na traseira, sendo uma principal de 48 MP, uma ultrawide, uma macro e um sensor de profundidade. A Xiaomi também destaca as versões dos aparelhos com suporte à tecnologia de aproximação NFC, mas os preços mudam em relação aos modelos sem o recurso.

Em sua versão mais básica, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento, o Redmi 9T custará 159 euros (R$ 1 mil) sem NFC e 169 euros (R$ 1,1 mil) na opção com NFC. Já o modelo com 4 GB + 128 GB será vendido por 189 euros (R$ 1,2 mil) sem o recurso e 199 euros (R$ 1,3 mil) na versão com NFC.

Redmi Note 9T 5G: ficha técnica

  • Tela: 6,53 polegadas IPS LCD, resolução Full HD+, 60 Hz;

  • Chipset: MediaTek Dimensity 800U 5G;

  • Memória RAM: 4 GB;

  • Armazenamento interno: 64 GB ou 128 GB;

  • Câmera traseira: 48 MP (principal) + 2 MP (profundidade) + 2 MP (macro);

  • Câmera frontal: 16 MP;

  • Dimensões: n/a;

  • Peso: n/a;

  • Bateria: 5.000 mAh;

  • Extras: NFC, carregamento de 18 W, leitor de digitais na lateral;

  • Cores disponíveis: roxo e preto;

  • Sistema operacional: Android 10 com MIUI 12.

Redmi 9T: ficha técnica

  • Tela: 6,53 polegadas IPS LCD, resolução Full HD+, 60 Hz;

  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 662;

  • Memória RAM: 4 GB;

  • Armazenamento interno: 64 GB ou 128 GB;

  • Câmera traseira: 48 MP (principal) + ultrawide + 2 MP (profundidade) + 2 MP (macro);

  • Câmera frontal: n/a;

  • Dimensões: n/a;

  • Peso: n/a;

  • Bateria: 6.000 mAh;

  • Extras: leitor de digitais na lateral, carga rápida, dual speakers;

  • Cores disponíveis: azul-bebê, laranja, verde, cinza;

  • Sistema operacional: Android 10 com MIUI 12.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: