Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.090,40
    +783,29 (+1,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Redmi 2022 surge em certificações e pode ter diferencial curioso

·2 min de leitura

A Xiaomi tem um cronograma bem diverso de lançamentos, por isso vemos novos aparelhos quase que toda semana. A família Redmi tem recebido bastante atenção, com o lançamento da série Redmi Note 11, e o próximo passo pode ser o de voltar os esforços para os Redmi mais básicos.

O Redmi 10 2022 está sendo certificado em algumas agências mundiais, e pode não surpreender quem está ansioso por um upgrade notável. Considerando que o aparelho vai manter a nomenclatura do atual Redmi 10 em vez de evoluir para a série Redmi 11, é bom manter as expectativas baixas.

Segundo o insider Kacper Skrzypek, o conjunto de câmeras ficará inalterado: sensor principal de 50 MP, ultrawide de 8 MP e sensor terciário de 2 MP, assim como o Redmi 10.

Apostas vão na direção de que o hardware será praticamente idêntico, incluindo tela de 6,5 polegadas em resolução Full HD, com taxa de atualização adaptativa de 90 Hz. O SoC pode ser o mesmo MediaTek Helio G88 com até 6 GB de memória RAM, além de uma bateria de bons 6.000 mAh com recarga de 18 W.

Mais atualizações

Assim, o que o Redmi 10 2022 deve ter de novo? A Xiaomi pode estar repaginando seu nome e plano de marketing para vender mais unidades, já que aparentemente nem o processador será trocado. Como já aconteceu com modelos anteriores da marca, é possível que novas cores sejam lançadas para animar os consumidores.

Mesmo assim, o lançamento de um novo aparelho implica em um novo calendário de suporte. Dessa forma, é possível que o Redmi 10 2022 receba atualizações por mais tempo que o Redmi 10 já disponível — mesmo que eles sejam muito similares em suas “entranhas”.

Em todo caso, vale destacar que essas especificações não são oficiais, e seria bem-vindo se a Xiaomi fizesse pequenas alterações que justificassem melhor esse “relançamento”. Como ainda não vazaram fotos do seu corpo, pode ser que um novo design tenha inspirado a Xiaomi a renomeá-lo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos