Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    +0,25 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -3,70 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    19.169,78
    -122,98 (-0,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    +22,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3063
    +0,0083 (+0,16%)
     

Rede de hotelaria Hilton vai criar suítes para tripulantes da estação Starlab

A gigante de hotelaria Hilton irá projetar as suítes e acomodações da futura estação espacial Starlab, da Nanoracks, Voyager Space Holdings e Lockheed Martin. Dylan Taylor, presidente e CEO da Voyager, divulgou a novidade durante o Congresso Internacional de Astronáutica (IAC), realizado em Paris, na França. Por meio da parceria, a Hilton irá também estudar oportunidades de marketing e experiências espaciais na estação.

Em um comunicado, a Hilton afirma que irá desenvolver acomodações para a tripulação a bordo da Starlab, como áreas comuns, suítes de hospitalidade e arranjos para os tripulantes dormirem. “Além disso, as equipes esperam explorar oportunidades para iniciativas de longo prazo, como experiências solo-espaço para astronautas e iniciativas turísticas, comerciais e educacionais”, acrescentaram.

Chris Nassetta, presidente e CEO da rede de hotéis, destacou que a empresa vem inovando para aprimorar a experiência oferecida aos seus hóspedes. “Por décadas, as descobertas no espaço impactam positivamente a vida na Terra, e agora a Hilton terá a oportunidade de usar este ambiente único para aprimorar a experiência dos convidados, onde quer que as pessoas viajem”, disse.

Já Taylor se mostrou animado com a perspectiva única oferecida pela parceria. “É como olhar com novos olhos e dizer ‘como podemos reimaginar esta experiência?’”, declarou ele, durante o evento. Embora tanto o setor espacial quanto o de acomodações já tenham examinado as possibilidades de um hotel em órbita, esta é a primeira parceria do tipo firmada para estações espaciais privadas, em desenvolvimento.

A Nanoracks, Voyager e Lockheed Martin estão desenvolvendo a estação Starlab com apoio de U$ 160 milhões do programa Commercial LEO Destinations, da NASA. Enquanto a agência espacial se prepara para a “aposentadoria” da Estação Espacial Internacional em 2030, as empresas vêm trabalhando na Starlab para iniciar suas operações em 2027.

Cada empresa será responsável por diferentes partes do projeto. A Nanoracks vai produzir a unidade orbital, e a Voyager Space será responsável pela estratégia, gerenciamento e investimentos da estação. A Lockheed, por fim, será a fabricante e integradora do complexo, que deverá ser capaz de abrigar até quatro pessoas ao mesmo tempo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: