Mercado abrirá em 8 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    101.016,96
    -242,79 (-0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.245,86
    -461,86 (-1,19%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,75
    +0,19 (+0,49%)
     
  • OURO

    1.910,10
    +4,40 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    13.088,22
    -20,56 (-0,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,01
    -2,40 (-0,91%)
     
  • S&P500

    3.400,97
    -64,42 (-1,86%)
     
  • DOW JONES

    27.685,38
    -650,19 (-2,29%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.619,71
    -299,07 (-1,20%)
     
  • NIKKEI

    23.409,00
    -85,34 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    11.501,75
    +9,50 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6454
    +0,0049 (+0,07%)
     

Rede e Cidadania acionam Conselho de Ética do Senado por cassação de Chico Rodrigues

Marcelo Ribeiro
·1 minuto de leitura

Partidos alegam que o senador do DEM infringiu artigo da Constituição e do Código de Ética do Senado e avaliam que há motivo para perda de mandato Rede Sustentabilidade e Cidadania protocolaram hoje representação no Conselho de Ética do Senado para que o colegiado apure a conduta do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo de operação da Polícia Federal na última quarta-feira. Durante as buscas, o parlamentar foi flagrado com maços de dinheiro na cueca. Na representação, os partidos alegam que Rodrigues infringiu artigo da Constituição e do Código de Ética do Senado e consideram que o eventual recebimento de vantagens indevidas é incompatível com o mandato de um parlamentar. Para as legendas, o senador do DEM deve ser punido com a perda de mandato. “Sem prejuízo dessa sanção aplicada pelo Poder Judiciário, não há dúvidas de que o Senado também pode - e deve - punir o representado, no âmbito de sua competência, pelos ilícitos cometidos. A conduta do Senador Chico Rodrigues se subsume, de modo inequívoco, às hipóteses do art. 5º do Código de Ética e Decoro Parlamentar, razão pela qual reputa-se de rigor a aplicação da pena de perda do mandato”, defendem as siglas. Paralelamente, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou ontem que Rodrigues seja afastado do cargo por 90 dias. A decisão monocrática tem sido criticada por senadores. Alguns chegam a afirmar que o magistrado se precipitou. O plenário do Senado será responsável por analisar o pedido de afastamento. Correligionário de Rodrigues, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que esperará ter conhecimento da integra da decisão de Barroso antes de adotar qualquer medida. O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) foi flagrado com maços de dinheiro na cueca Jefferson Rudy/Agência Senado