Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.829,73
    -891,85 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.335,51
    -713,54 (-1,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,48
    +0,34 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.885,50
    +0,70 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    23.237,73
    +450,87 (+1,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    534,56
    +8,61 (+1,64%)
     
  • S&P500

    4.164,00
    +52,92 (+1,29%)
     
  • DOW JONES

    34.156,69
    +265,67 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.864,71
    +28,00 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    21.298,70
    +76,54 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    27.685,47
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    12.750,50
    -26,25 (-0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5789
    +0,0596 (+1,08%)
     

Rede de academia causa controvérsia ao fechar inscrições no dia 1º

Equinox: rede de academia sofreu críticas por não permitir a adesão de novos clientes no dia 1º de janeiro (Noam Galai/Getty Images)
Equinox: rede de academia sofreu críticas por não permitir a adesão de novos clientes no dia 1º de janeiro (Noam Galai/Getty Images)
  • Equinox, rede de academias de luxo americana, não permitiu a adesão de novos clientes no dia 1º;

  • Ideia é fazer com que membros não se matriculem apenas por conta das resoluções de ano novo;

  • Rede de academias sofreu críticas nas redes sociais pela campanha.

A rede de academias de luxo americana Equinox causou polêmica com sua nova campanha publicitária. Chamada de "Não falamos janeiro", a rede proibiu novos membros de se filiarem no primeiro dia do ano, como forma de não receber o público que está se matriculando por conta das resoluções de ano novo.

Ao entrar no site da academia para realizar a inscrição, possíveis clientes são recebidos com a mensagem "Não é você, é janeiro". A empresa afirmou que o mês é "uma fantasia, entregue à sua porta em uma caixa de por pastel".

“Você não é uma resolução de ano novo. Sua vida não começa no começo do ano. E não é disso que se trata fazer parte do Equinox", diz a mensagem àqueles que entram no site, que termina afirmando que a rede está "ansiosa para recebê-lo amanhã". As inscrições já podiam ser realizadas na segunda-feira (02). A rede de academia de luxo cobra US$ 382 mensais (R$ 2 mil) pelo acesso mundial às suas unidades.

A campanha gerou controvérsia online. Em um vídeo, agora deletado do TikTok da empresa, mostrava uma academia vazia e apenas uma pessoa treinando alegremente sozinha. Na tela, um texto dizia “quando é 1º de janeiro, mas você se lembra de que a Equinox não está permitindo que novos membros entrem hoje”. “Leve suas resoluções para outro lugar”, dizia a legenda do vídeo.

O youtuber, atleta e treinador de levantamento olímpico de peso Zack Telander publicou no Instagram uma crítica à rede de academias. "Só porque muitas pessoas querem mudar no ano novo não tira a legitimidade do fato de que é um bom momento para fazer uma mudança."

Já nas redes sociais a empresa também foi questionada. “Não sabia que uma academia de ginástica seria tão veementemente contra pessoas que tentam melhorar sua saúde e bem-estar?”, comentou um usuário. “Ninguém que realmente se preocupa com o condicionamento físico vai para a Equinox. Os ricos só têm uma necessidade biológica de desperdiçar dinheiro”, disse outro.