Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,59 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,08 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,57
    -0,58 (-0,80%)
     
  • OURO

    1.812,30
    -49,10 (-2,64%)
     
  • BTC-USD

    38.793,48
    -1.354,06 (-3,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    961,10
    -31,37 (-3,16%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,66 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,69 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.931,50
    -49,75 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0731
    -0,0448 (-0,73%)
     

Follow-on Rede D’Or, seminário BTG, AGO Linx: Radar SA

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A oferta da Rede D’Or pode levantar perto de R$ 6,8 bilhões, com base no fechamento de 18 de maio, em uma oferta de ações cujo preço deve ser fixado na próxima semana. A empresa pretende utilizar parte dos recursos da porção primária para aquisições, o que lhe dará ganhos de escala, além de fortalecer sua posição de liquidez e métricas de crédito, segundo relatório da S&PGR. Já o BTG Pactual reúne autoridades e executivos de empresas em um seminário de dois dias, entre os quais são esperados presidentes da Eletrobras, CCR, Méliuz, Mosaico, Suzano e Enjoei. Acompanhe a movimentação no mercado corporativo:

A semana

24/maio: Nada previsto até o momento25/maio: Seminário CEO Conference promovido pelo BTG Pactual, 1º dia26/maio: Definição de preço por ação em follow-on da Rede D’Or26/maio: Seminário CEO Conference promovido pelo BTG Pactual, 2º dia27/maio: Linx promove Assembleia Geral Ordinária de acionistas27/maio: Oi prorrogou prazo limite para subscrição das debêntures conversíveis em ações da Brasil Telecom para esta data28/maio: Afya promove teleconferência sobre os resultados trimestrais

O cimento se move

InterCement Brasil e CSN Cimentos se preparam para ir à bolsa e captar recursos. Há ativos em oferta no mercado: a LafargeHolcim busca comprador para seus ativos no Brasil, algo que já atraiu o interesse da Votorantim Cimentos. A empresa disse ao Valor que, por ser líder no mercado brasileiro de cimento, tem o dever de avaliar qualquer oportunidade de negócio.

Negociações pela Oxiteno

Empresa de matérias-primas petroquímicas está avaliada em cerca de US$ 1 bilhão e pode ser comprada pela empresa americana Stepan Company e pelo fundo de private equity Advent Capital, segundo pessoas com conhecimento do assunto que falaram sob anonimato. Desde dezembro de 2020 o Grupo Ultra diz que avalia alternativas estratégicas para a Oxiteno, que incluem potencial desinvestimento. Na época, o grupo contratrou o Bank of America para assessorá-la no processo.

BTG com apetite

O BTG Pactual está perto de comprar a holding Universa, dona da consultoria Empiricus, dos portais Seu Dinheiro e Money Times, por cerca de R$ 2 bilhões, disse o Estado citando fontes que falaram sob condição de anonimato. A holding também é dona da Vitreo Asset, que comanda uma série de fundos temáticos, segundo a reportagem.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.