Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.973,96
    -420,61 (-0,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Reddit não excluirá posts com fake news sobre vacinas e COVID-19, diz CEO

·3 minuto de leitura

O Reddit é uma plataforma plural em muitos sentidos, principalmente no que tange o conteúdo presente na rede. Porém, a onda de desinformação relacionada à pandemia levantou o debate: até as publicações enganosas ou totalmente falsas devem ser mantidas na internet? Para o CEO da Rede do Robozinho, sim.

O presidente da plataforma, Steve Huffman, defendeu a posição da rede de não impedir a publicação de conteúdo enganoso, nem mesmo quando se trata de COVID-19 e vacinas. Segundo o executivo, a plataforma se vê como “um lugar para discussões e debates abertos e autênticos”, incluindo “conversas que questionam ou discordam do consenso popular”.

Discordar de autoridades de saúde, como o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, não vai contra as políticas do Reddit e, por isso, as opiniões não devem ser motivo para penalizar usuários, aponta o executivo. “Quando se trata especificamente de COVID-19, o que sabemos e quais são as melhores práticas atuais de fontes confiáveis, como o CDC, evoluem continuamente com novos aprendizados”, aponta o CEO.

Contudo, a plataforma não quer que seus usuários saiam fazendo o mal por aí nem divulgando informações nocivas. Huffman ressalta que “manipular o Reddit para ampliar qualquer ponto de vista em particular é contra nossas políticas” — isto seria, quando se trata de COVID-19, indicar medidas não comprovadas (e bizarras) para tratamento, como ingerir água sanitária ou tutoriais para emitir cartões de vacina falsos.

“Continuaremos a usar nossa ferramenta de quarentena para criar links para fontes confiáveis e avisar as pessoas que podem encontrar conselhos inadequados. Pedimos e encorajamos que todos denunciem conteúdo que possa violar nossas políticas”, complementa Huffman.

A posição do Reddit é branda, mas não é totalmente sem precedentes na internet. O Facebook anunciou em maio que não excluiria mais alegações de que o coronavírus foi criado em laboratório, mesmo que esse ponto jamais tenha sido comprovado. No YouTube, por outro lado, a postura é mais incisiva: desde 2020, mais de 1 milhão de vídeos foram excluídos por conter desinformação, boatos ou mentiras sobre a COVID-19.

Nem tudo é "consenso popular"

O que o CEO do Reddit não acentua, porém, é que nem tudo acerca do controle da pandemia é baseado em “consenso popular”. O uso de máscaras, por exemplo, foi comprovado por estudos ser uma das melhores armas contra a disseminação do coronavírus, junto do distanciamento social.

Haveria espaço, então, para que leigos discordem de cientistas com base em noções infundadas? Ao que sugere a publicação do Reddit, sim. Uma rápida passada na rede social, como fez o Canaltech, é suficiente para encontrar perfis totalmente dedicados no compartilhamento de desinformação sobre a COVID-19 e opiniões contrárias à vacinação.

Ir mais a fundo nessa pesquisa deve colocar em destaque comunidades ainda mais problemáticas em termo de desinformação e, considerando que há meios alternativos para se comunicar, o Reddit certamente não tem controle sobre o que sai das suas comunidades. A plataforma está longe de ser equivalente ao Parler, mas a posição dela é, no mínimo, amistosa com quem não está de acordo com a ciência.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos