Mercado fechará em 2 h 12 min

Record se posiciona e dispensa Rodrigo Constantino após declarações polêmicas

Bárbara Saryne
·1 minuto de leitura
O jornalista também foi desligado da Jovem Pan (Foto: Reprodução/YouTube)
O jornalista também foi desligado da Jovem Pan (Foto: Reprodução/YouTube)

O Grupo Record comunicou o desligamento do jornalista Rodrigo Constantino nesta quinta-feira (5). Em nota, a emissora explicou que “a decisão foi tomada em virtude das posições que o profissional assumiu publicamente sobre violência contra a mulher”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, ele afirmou que, caso a filha fosse estuprada depois de ter bebido, ele não denunciaria o criminoso, mas colocaria a filha de castigo. A fala de Constantino chocou grande parte dos internautas. A cantora Anitta até travou uma briga virtual com o jornalista.

Leia também

Laura Constantino, filha de Rodrigo, disse que teve dúvidas sobre se pronunciar ou não, mas ficou muito abalada com as falas do pai. “Ele falou que se a filha dele, que sou eu, fosse estuprada, que não iria denunciar o crime, que ele iria me colocar de castigo. Isso me afetou muito, porque eu conheço o meu pai, eu sei que é uma pessoa que tem caráter, que é contra o estupro, como qualquer pessoa que tem caráter é”, declarou.

O comunicado do Grupo Record garantiu que tem acompanhado com muita atenção o caso de Mariana Ferrer e não poderia agir de outra maneira. “Apesar de ter garantias de liberdade editorial e de opinião, julgamos que o posicionamento adotado por Constantino não compactuou com o nosso princípio de não aceitar nenhum tipo de agressão, violência, abuso, discriminação por questões de gênero, raça, religião ou condição econômica. Este é o compromisso do jornalismo do Grupo Record”, diz o texto.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube