Mercado abrirá em 7 h 17 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,71
    +1,53 (+2,31%)
     
  • OURO

    1.779,80
    +3,30 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    57.076,77
    -169,32 (-0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.469,08
    +26,30 (+1,82%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.804,87
    +329,61 (+1,40%)
     
  • NIKKEI

    28.041,78
    +220,02 (+0,79%)
     
  • NASDAQ

    16.349,75
    +199,25 (+1,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3914
    +0,0214 (+0,34%)
     

'Reconciliações' com Luiz Adriano e Abel Ferreira marcam reações torcida do Palmeiras contra o Sport

·4 min de leitura


O Palmeiras venceu o Sport por 2 a 1, nesta segunda-feira (25), no Allianz Parque e se colocou na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, A partida ficou marcada por possíveis 'reconciliações' entre alguns personagens e a torcida do Verdão, como o atacante Luiz Adriano, autor do gol de empate, e o treinador Abel Ferreira, que, embora muito apoiado, viveu dias difíceis recentemente, com muitas críticas.

Palmeiras x Sport - Luiz Adriano
Palmeiras x Sport - Luiz Adriano

Luiz Adriano marcou um dos gols da vitória do Palmeiras contra o Sport (Foto: Cesar Greco)

CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

Chegando para a partida com sequência de duas vitórias, a torcida palmeirense voltou a viver dias melhores com o treinador Abel Ferreira. Antes de vencer os últimos dois jogos, o técnico havia sido vaiado após a derrota em casa para o Red Bull Bragantino, por 4 a 2.

A torcida chegou ao estádio mostrando grande apoio ao treinador, que estreou pela equipe há quase um ano, no dia 5 de novembro de 2020. Após vencer o Internacional por 1 a 0 , no Allianz Parque, e o Ceará por 2 a 1, no Castelão, os torcedores pareceram mais contentes com o comandante.

Vitor Tadeu, torcedor de 21 anos, esteve no estádio e, antes da bola rolar, afirmou confiar no treinador, dizendo que, apesar de uma sequência ruins de resultados, sua confiança não mudou. O torcedor reconheceu, porém, que nem toda a torcida compartilha desta opinião.

- Entendi os resultados, acho o Abel um bom técnico, inteligente, estuda os adversários, sabe o momento certo de atacar e defender nos jogos. Tenho muita confiança no Abel, mas sei que a torcida é meio dividida com isso - comentou Vitor.

Dentro do Allianz Parque, instantes antes do apito inicial, a torcida ovacionou Abel Ferreira, cantando seu nome após o anúncio da escalação. Com apenas três minutos de bola rolando, porém, muita coisa mudou, pois o Sport abriu o placar com gol de Leandro Barcia, em erro defensivo do Verdão.

Entretanto, como Abel mesmo pediu, a torcida não protestou durante a partida, mas aumentou o volume e apoiou ainda mais a equipe, que pressionou durante o primeiro tempo inteiro, mas não conseguiu balançar as redes.

Com o time pressionando no retorno do intervalo, o Palmeiras empatou o placar aos oito minutos da segunda etapa, com gol de outro personagem da partida, outro que se reconciliou com a torcida, embora com polêmicas.

Bastante criticado pelos torcedores palmeirenses nas últimas rodadas e envolvido em problemas extra-campo, após declarações de sua ex, Ekaterina Dorozhko, que afirmou que o atacante precisava de 'uma pausa no pagode'. A fala da russa, somada ao baixo rendimento do atleta dentro de campo, deixou a torcida muito insatisfeita.

Nesta segunda, porém, uma reconciliação com os torcedores pode ter se iniciado, mas o relacionamento entre o atacante e a torcida teve episódio nervoso. Antes do jogo, a torcida gritou seu nome no anúncio da escalação, embora não tenha o feito de maneira eufórica. A polêmica veio com o gol.

Aos oito minutos da etapa final, quando empatou a partida, Luiz Adriano deu resposta às críticas da torcida, fazendo um sinal de quem pede silêncio, um 'shiu' para aqueles que o criticaram nas últimas partidas.

Mesmo com a resposta dura do jogador, a torcida ficou contente com Luiz Adriano voltando a balanças as redes e, quando o camisa 10 foi substituído, foi aplaudido pela torcida, a quem agradeceu e aplaudiu de volta, sinalizando um possível início de reconciliação.

Mais ao final da partida, aos 36 minutos da etapa final, foi a vez de Felipe Melo, capitão do Palmeiras, marcar o gol de virada, em outra cobrança de escanteio. O camisa 30, comumente celebrado pela torcida alviverde no Allianz Parque, foi homenageado com a música 'Felipe Melo pitbull, cachorro louco' após marcar o gol de número 400 do time no estádio palmeirense.

Outro homenageado pela torcida foi Dudu, um dos melhores em campo, que deixou o gramado ao som de 'Dudu guerreiro', música cantada com frequência pela torcida palmeirense.

Assim, a partida chegou ao fim com três pontos importantes para a equipe e 'reconciliações'. Com a virada, Abel não passou pelo que ocorreu no jogo diante do Red Bull Bragantino, quando foi ovacionado antes da bola rolar e vaiado após o apito final. Em um bom jogo, a torcida parece estar em dias melhores com o técnico. A principal reconciliação ficou por conta de Luiz Adriano, que, apesar de provocação e resposta 'ousada' saiu aplaudido e agradeceu.


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos