Mercado fechará em 54 mins
  • BOVESPA

    107.907,91
    +350,23 (+0,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.826,33
    -91,95 (-0,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,48
    +0,43 (+0,60%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    50.351,60
    -860,72 (-1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.312,16
    +7,04 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.688,18
    +1,43 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    35.661,22
    -58,21 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.337,35
    -2,55 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    +13,21 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    28.860,62
    +405,02 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.325,75
    +7,75 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2901
    -0,0496 (-0,78%)
     

Reclame Aqui recebe aporte de fintech para expandir plataforma e lançar produtos

·1 min de leitura

O portal de reclamações contra empresas Reclame Aqui recebeu um aporte da StoneCo, fintech brasileira de serviços financeiros para empreendedores. Segundo o comunicado, o valor — que não foi revelado — deve ser usado para melhorar o serviço e "oferecer softwares para empresas dos mais diversos portes e setores". A operação ainda passará pela aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Outras consequências esperadas do aporte serão o aumento de vendas das empresas clientes, dando a elas ferramentas de reviews e avaliações. Além disso, uma solução para indicar boas empresas aos consumidores no mundo físico e no online ganhará mais capital para se tornar um produto mais competitivo.

Fundado em 2000 por Mauricio Vargas (que morreu neste ano aos 58 anos vítima de covid), o Reclame Aqui tem mais de 1,5 milhão de páginas visitadas por ano, mais de 30 milhões de usuários e 500 mil empresas cadastradas em sua base de dados. O atual CEO, Edu Neves, permanecerá no cargo, assim como o presidente do conselho e os diretores do Reclame Aqui.

“Nossa escolha por um investidor prezou pela autonomia e isenção da nossa plataforma. Assim, garantimos a continuidade do serviço eficiente que oferecemos e que está presente na jornada de compra de mais de 100 milhões de consumidores que nos consultam, seja em um momento de decisão de compra ou na busca de solução de um problema”, diz Neves.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos