Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.116,06
    -219,51 (-0,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Reclamações sobre qualidade da internet brasileira aumentaram 19,9% em um ano

·2 minuto de leitura

Parte da vida de todos que assinam planos de internet em algum momento, quedas de conexão e oscilações de sinal se tornaram mais comuns com a pandemia — que forçou muitos profissionais a se adaptar a uma realidade de trabalho remoto. Isso também implicou em um aumento considerável nas reclamações junto às operadoras, conforme relata uma pesquisa do Instituto Reclame AQUI.

Dados obtidos a partir do site mostram que houve um aumento de 19,9% na quantidade de queixas entre 2019 e 2020 na comparação ano a ano. Segundo o portal, as principais reclamações estão relacionadas à qualidade da conexão oferecida, seguidas por cobranças indevidas e problemas encontrados durante o cancelamento do serviço.

O Instituto Reclame AQUI também afirma que o período que vai de janeiro a abril de 2021 já registra 26% das reclamações totais de todo o ano de 2020. O mês com mais queixas registradas foi março, quando 11.186 queixas foram publicadas — destas, 2,9 mil estavam relacionadas à qualidade das conexões.

Ano

Reclamações totais

Reclamações sobre qualidade de conexão

2019

127636

33978

2020

143468

40741

2021

40550

10668

Site revela operadoras mais problemáticas

Em seu site, o Instituto revela números exatos de reclamações, mas traz uma lista com as empresas com mais reclamações. Atualmente, a VIVO lidera as queixas dos consumidores, seguida por nomes como Claro, NET Serviços, Oi, Algar Telecom e TIM Celular — a plataforma permite que os usuários insiram os nomes das empresas, o que contribuiu para que muitas companhias apareçam representadas por suas várias operadoras locais.

Além de servir como um espaço de queixas dos consumidores, que propõem a intermediação com empresas para resolver problemas, o Reclame AQUI também serve como uma ferramenta de buscas. Usando indicadores como quantidade de problemas solucionados e velocidade de resposta, é possível usar a plataforma como uma forma de encontrar serviços e evitar ser vítima de golpes online.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: