Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.409,54
    +72,99 (+0,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Receita Federal abre chance de regularização para 16 mil pessoas

·2 min de leitura
  • Somadas, o total das inconsistências é de R$ 2,5 bilhões

  • Contribuintes poderão se autorregularizar através da via postal, ou por meio da central de atendimento virtual da Receita

  • Também saiu hoje a consulta ao lote residual do Imposto de Renda

A Receita Federal encaminhou hoje uma comunicação a 16.135 contribuintes de todo o Brasil. O motivo disso seriam inconsistências encontradas nas declarações de pessoas jurídicas. A comunicação visa, então, a regularização e correção dessas inconsistências.

Nesta operação, apenas válida para o ano-calendário de 2018, foi encontrada uma insuficiência de R$ 2,5 bilhões. A operação faz parte do trabalho da Malha Fiscal da Pessoa Jurídica, que analisa e cruza as informações prestadas por terceiros e pela própria pessoa jurídica.

A autorregularização poderá ser feita por via postal, ou por meio de mensagem na caixa postal no e-CAC (centro de atendimento virtual) da Receita Federal. O prazo para se regularizar é 13/12/2021, data em que a Receita começa uma nova verificação

A ação faz parte da operação de Insuficiência de Declaração do Imposto Sobre a Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Hoje a Receita também abriu consulta ao lote residual de Imposto de Renda. De acordo com a receita, há R $448,5 milhões em créditos bancários para 292.752 contribuintes. Para verificar se o contribuinte irá receber algo, ele deverá acessar o site da receita e entrar na área intitulada Meu Imposto de Renda, onde deve-se clicar em Consultar a Restituição. Os créditos serão depositados no dia 29 de outubro.

A consulta também poderá ser feita no aplicativo da Receita Federal. Recém lançado, o app passará a centralizar funcionalidades que estavam divididas em diversos aplicativos, como o IRPF, e-Social Doméstico, e-Processo, Pedido Eletrônico de Restituição, entre outros.

Com o novo app, o contribuinte poderá ter serviços de CPF, declaração do Imposto de Renda, acompanhamento de processos, realização de agendamento de atendimento e muitos outros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos