Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.271,22
    +1.603,56 (+1,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.860,75
    -371,45 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,78
    +1,35 (+1,58%)
     
  • OURO

    1.842,80
    +30,40 (+1,68%)
     
  • BTC-USD

    41.706,59
    +78,26 (+0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    990,94
    -3,81 (-0,38%)
     
  • S&P500

    4.555,29
    -21,82 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    35.160,09
    -208,38 (-0,59%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.163,00
    -43,00 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1995
    -0,1076 (-1,71%)
     

Receita dos EUA destaca dois casos envolvendo Bitcoin entre maiores investigações de 2021

·2 min de leitura
Edifício da Receita Federal em Washington DC, EUA
Edifício da Receita Federal em Washington DC, EUA

A Receita Federal dos Estados Unidos fez um levantamento das maiores investigações de 2021, dando destaque a dois casos envolvendo Bitcoin. Com o mercado em alta, o Bitcoin chamou muita atenção das autoridades de todo mundo, que começaram a observar com atenção movimento de investidores no setor.

Além disso, os órgãos dos governos relacionados a tributação, como a receita, começaram a enviar mais informações e exigências a investidores, reforçando regras criadas em anos anteriores. No Brasil, por exemplo, a receita alterou a forma como são prestadas informações de criptomoedas no Imposto de Renda em 2021.

Receita dos Estados Unidos destaca dois casos de investigação envolvendo Bitcoin

O chefe de Investigação Criminal da Receita Federal dos Estados Unidos, Jim Lee, parabenizou sua equipe, em uma publicação na última quinta-feira (6). Segundo ele, o trabalho feito pelo IRS-CI tem todas as características de um filme feito para a TV, que acabou com crimes de vários tipos sendo eliminados pela equipe.

O trabalho investigativo de 2021 tem todas as características de um filme feito para a TV – desvio de fundos de uma organização sem fins lucrativos, uma rede de fraude familiar que roubou milhões em fundos de alívio da COVID e um esquema Ponzi de US $ 1 bilhão usado para comprar times esportivos e de veículos de luxo. Mas esta é a vida real, e sou grato aos nossos agentes do IRS-CI por perseguir essas pistas e garantir que os perpetradores fossem processados ​​por seus crimes“.

Em sua publicação, ele acabou destacando os 10 principais trabalhos de investigação feitos nos Estados Unidos, destacando dois envolvendo a imagem das criptomoedas.

Dentre os casos desbaratinados pelo órgão público federal, o sexto foi de um homem chamado Hugo Sergio Mejia, que foi condenado a três anos de prisão federal. Todos os seus bens foram confiscados pela receita, após uma investigação identificar que ele lavou pelo menos R$ 13 milhões em Bitcoin para o tráfico de drogas.

Ele chegou a criar empresas para mascarar sua operação, e cobrava taxas por negociações feitas para traficantes. Segundo as investigações, Hugo é natural de Ontário, no Canadá.

Outro que foi investigado pela Receita Federal por fraudes com criptomoedas foi Rossen G. Iossifov, um homem de origem búlgara. Ele foi condenado a 121 meses de prisão federal após participar de um esquema de sites de leilões e vendas online, que anunciavam produtos falsos pela internet.

Ao receber o valor dos itens de alto valor das vítimas, Rossen operava um esquema complicado de lavagem de dinheiro, em que os valores se transformavam em criptomoedas e depois eram enviados para pessoas no exterior.

Ambos os casos mostram que dentre os 10 principais casos de investigação da IRS em 2021, dois foram relacionados a criptomoedas. Ou seja, a receita deverá ampliar as buscas no setor, que segue chamando atenção das autoridades.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos