Mercado fechado

Receita adia entrega de declarações de empresas do Simples e MEI para 30 de junho

Juliano Basile

Objetivo é diminuir impactos econômicos de pandemia de coronavírus O Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) aprovou a Resolução nº 153, de 25 de março de 2020, que prorroga, para o dia 30 de junho de 2020, o prazo de apresentação da Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis) e da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-Simei) referentes ao ano calendário de 2019.

A medida, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, tem por objetivo diminuir os impactos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil, diz a Receita Federal em comunicado à imprensa.

O prazo de entrega original era 31 de março para a Defis e 31 de maio para a DASN-Simei.

O CGSN já havia aprovado a Resolução nº 152, de 18 de março de 2020, prorrogando o prazo para pagamento dos tributos federais no âmbito do Simples Nacional.