Mercado abrirá em 6 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,78
    +0,34 (+0,41%)
     
  • OURO

    1.775,80
    +10,10 (+0,57%)
     
  • BTC-USD

    62.421,50
    +92,51 (+0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.459,04
    +7,41 (+0,51%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.707,47
    +297,72 (+1,17%)
     
  • NIKKEI

    29.181,99
    +156,53 (+0,54%)
     
  • NASDAQ

    15.305,00
    +14,50 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4140
    +0,0225 (+0,35%)
     

Reboot do Ultraman na Marvel será lançado em encadernado no Brasil

·2 minuto de leitura

A Panini Comics anunciou nesta terça-feira (28) o lançamento em formato encadernado da minissérie Ultraman: A Origem de Ultraman, da Marvel, no Brasil.

Ultraman é o herói protagonista da franquia de seriados japoneses de mesmo nome, iniciada em 1966 e que é um dos principais ícones culturais do país asiático. Suas séries se encaixam no gênero “tokusatsu”, palavra em japonês que significa “filmagens especiais”. A característica mais reconhecível dessas séries são seus heróis mascarados, que muitas vezes podem ficar gigantes, e que protegem a cidade de Tóquio de ameaças galácticas, normalmente representadas por monstros gigantescos.

O gênero tokusatsu, aqui no Brasil, é conhecido pelos seriados Ultra Seven, terceira série da franquia Ultraman, exibidos nos anos 1980 na Rede Tupi; Black Kamen Rider e Changeman, famosos nos anos 1990 na TV Manchete; e pela franquia Power Rangers, que são adaptações estadunidenses de atrações japonesas.

<em>Capa da segunda impressão de "A Origem de Ultraman" #1. (Imagem: Divulgação/Marvel Comics)</em>
Capa da segunda impressão de "A Origem de Ultraman" #1. (Imagem: Divulgação/Marvel Comics)

A minissérie da Marvel, que conta com roteiro assinado por Kyle Higgins e Mat Groom e com a arte de Francesco Manna, reconta a origem do primeiro Ultraman, Shin Hayata, porém adaptada aos tempos atuais, em vez de se passar nos meados dos anos 1960 assim como o seriado original.

A história foi um sucesso com a crítica gringa, e serviu para introduzir um novo público para o herói japonês. Uma continuação da minissérie, chamada The Trials of Ultraman, feita pela mesma equipe criativa e também em cinco edições, começará a ser publicada em novembro nos EUA.

Parceria da Marvel com o ícone do Japão

A Marvel e a Tsuburaya Productions, empresa detentora dos direitos do Ultraman, anunciaram a parceria que permitiu a publicação dessas HQs ocidentais do personagem na Tokyo Comic Con de 2019.

Na época, o Editor-Chefe da Marvel, CB Cebuslki, destacou sua empolgação em trabalhar com o personagem:


Como a Marvel, o Ultraman cativou gerações ao contar histórias espetaculares baseadas no mundo real, e continua sendo um clássico amado por muitos, seja na televisão, filmes, brinquedos, jogos ou quadrinhos. Estamos muito empolgados para mostrar novos capítulos do Multiverso do Ultraman durante os próximos anos.

A versão brasileira da minissérie, que será publicada pela Panini Comics em dezembro deste ano, terá capa dura, papel couché 90 colorido, dimensões de 17 x 26 cm e será vendida por R$ 56,90. A pré-venda da edição já pode ser realizada na Loja da Panini.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos